Republicanas lamentam a morte da Rainha Elizabeth II nas redes sociais 

A monarca é o símbolo da representatividade feminina na política

Publicado em 10/09/2022 - 08:44

Brasília (DF) –  A Rainha Elizabeth II, morreu nesta quinta-feira (08), ao 96 anos. Chefe de Estado do Reino Unido e de mais 15 países, assumiu o trono aos 25 anos e o ocupou por 70 anos. Nas redes sociais, republicanas lamentaram a morte da rainha e ressaltaram sua importância para a representatividade feminina na política mundial.

“É impossível não lamentar a morte da rainha Elizabeth, símbolo de amor ao seu povo e ao seu dever. Sem dúvida, uma grande inspiração para o mundo todo. Que Deus abençoe o Reino Unido! Meus sinceros sentimentos aos familiares e amigos”, disse a deputada estadual, Edna Macedo (Republicanos-SP).

“Rainha Elizabeth II, ´é uma mulher que mostrou que a força e liderança feminina fazem a diferença”, destacou a deputada federal, Aline Gurgel (Republicanos -AP).

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Cristiane Britto (Republicanos), manifestou sua solidariedade pelo falecimento da rainha britânica. “Manifesto minhas condolências pelo falecimento de Sua Majestade, a Rainha Elizabeth II, do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte”, disse Britto.

O vice-presidente do Brasil Hamilton Mourão (Republicanos) também foi às redes sociais para deixar uma mensagem sobre a morte de Elizabeth II. “Deixa hoje o nosso convívio a Rainha de nossa geração, dos nascidos na década de 1950 que se acostumaram a vê-la como símbolo do próprio Reino Unido. O momento é de homenagem a essa figura ímpar estadista”, ressaltou.

O presidente Jair Bolsonaro decretou luto oficial de três dias por causa da morte de Elizabeth II. Uma das últimas manifestações oficiais da rainha foi sobre o Brasil. Ela enviou uma mensagem ao presidente felicitando o povo brasileiro pela celebração dos 200 anos da Independência. A Rainha disse ainda que lembrava com carinho da visita que fez ao país em 1968.

Fonte: Ascom Mulheres Republicanas Nacional, com informações da Agência Brasil
Foto: Divulgação Redes Sociais 

Reportar Erro
Send this to a friend