Mecias de Jesus inclui representantes indígenas em conselho consultivo de saúde

Emenda do senador foi apresentada a projeto que cria conselho consultivo

Publicado em 06/05/2021 - 16:21

Brasília (DF) – O Senado Federal aprovou, na quarta-feira (5), o projeto de lei (PL 1.169/2021) que determina a criação de um conselho consultivo de saúde para analisar as medidas de enfrentamento à emergência de saúde pública provocada pela Covid-19.

O senador Mecias de Jesus (Republicanos-RR) apresentou uma emenda ao projeto, acatada pelo relator da proposta, que assegura no conselho a participação paritária de membros escolhidos pelas organizações representativas dos indígenas. “É fundamental que tenhamos ações coordenadas e integradas de acordo com a realidade da população indígena como imunização, controle de doenças, assim como nos serviços de vigilância epidemiológica e sanitária”, destacou o parlamentar.

Além de criar o conselho, o projeto estabelece que as medidas de enfrentamento à pandemia devem se embasar em evidências científicas, em análises sobre informações estratégicas e em diretrizes de órgãos colegiados especializados. De acordo com o projeto, a regulamentação do conselho será feita pelo Poder Executivo e a composição também será de profissionais de saúde, cientistas, pesquisadores, integrantes do Sistema Único de Saúde (SUS) e representantes da sociedade civil, que não serão remunerados.

Texto: Júnior Laurindo/Ascom – senador Mecias de Jesus
Foto: Cedida

 

Reportar Erro
Send this to a friend