Posse dos eleitos em 2020 permanece sendo dia 1º de janeiro

Os escolhidos pela população serão diplomados pela Justiça Eleitoral até dia 18 de dezembro

Publicado em 08/12/2020 - 15:00

Brasília (DF) – Devidamente diplomados até o dia 18 de dezembro, os eleitos em 2020 tomarão posse de seus respectivos mandatos no dia 1º de janeiro de 2021. Embora tenha havido adiamento das eleições municipais deste ano de outubro para novembro, a data da posse de vereadores, prefeitos e vice-prefeitos continua inalterada.

A cerimônia de posse dos eleitos em 2020 ( vereadores, prefeitos e vice–prefeitos), quando eles prestam o seu compromisso, ocorre durante a realização de uma sessão solene. Cada etapa da cerimônia, normalmente, está prevista na Lei Orgânica do Município (LOM) e detalhada no Regimento Interno da Câmara Municipal (RI) do respectivo município.

Após a posse dos vereadores, ocorre a eleição para a Mesa Diretora da câmara (presidente, vice-presidentes, secretários e suplentes) para os próximos dois anos. Há cidades em que a eleição é realizada em data diferente da posse. É o caso de Curitiba, Paraná, em que a eleição para a escolha da presidência da Casa será no dia 2 de janeiro.

Para evitar aglomeração, baseada nas diretrizes sanitárias de combate à Covid-19, é possível que em algumas cidades a cerimônia ocorra sem ou com público reduzido, apenas com a presença dos parlamentares, do chefe do Poder Executivo e da imprensa.

Com um cenário econômico atípico devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), os gestores assumem os cargos com o desafio de adotar medidas que melhorem a vida da população. Tanto os problemas, quanto as soluções, dependem do contexto local, dizem especialistas. O fato é que todos estes desafios terão de ser enfrentados pelos novos eleitos e reeleitos.

Perfil médio dos eleitos em 2020

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), estes são alguns dos aspectos dos mais de 5,4 mil eleitos em 2020:

– A cada 10 prefeitos eleitos no 1º turno, apenas três são negros;

– 55,3% têm ensino superior completo;

– Homens representam 88% e mulheres apenas 12% do total de eleitos;

– Ocupação declarada mais comum é a de prefeito;

– Idade média é de 49 anos; mais novos têm 21 e mais velho tem 95;

– Um em cada cinco prefeitos eleitos no 1º turno é milionário.

Por Agência Republicana de Comunicação – ARCO
Foto: Antônio Augusto / Ascom- TSE

 

Reportar Erro
Send this to a friend