Republicanos votam pela aprovação do piso salarial para enfermeiros

Bancada do Republicanos votou favorável ao PL que fixa piso em R$ 4750,00. Matéria segue para sanção

Publicado em 04/05/2022 - 21:02

Brasília (DF) – Nesta quarta-feira (4), a Câmara aprovou, com o voto dos 43 deputados que compõem a bancada republicana, o Projeto de Lei 2564/20, que fixa o piso salarial nacional para as carreiras de enfermagem (enfermeiro, técnico e auxiliar) e da parteira. “A pandemia da Covid-19 colocou em evidência a importância da enfermagem. Reconhecer a dedicação dessas categorias é o mínimo que podemos fazer depois de tudo o que o mundo enfrentou nos últimos dois anos”, argumentou o líder Vinicius Carvalho (SP).

Carvalho ressalta que “o trabalho na área da saúde exige muitas habilidades práticas para enfrentar horas de trabalho e estudo contínuo, mas também habilidades emocionais, ao mesmo tempo em que é preciso ser racional e destemido, é fundamental ser humano e solidário”, enfatizou o líder.

A republicana Marina Santos (PI) também defendeu a aprovação da matéria. “Como médica e deputada sempre acompanhei a luta desses profissionais. Conheço as suas dificuldades e é, por isso, que eu sou favorável ao PL. É um reconhecimento mais do que justo principalmente pela atuação desses heróis na pandemia”, afirmou.

A deputada Rosangela Gomes (RJ) discursou no plenário a favor da proposta. “A classe foi uma das mais sacrificadas durante a pandemia de Covid-19. Perdemos muitos profissionais da saúde, auxiliares, técnicos de enfermagem, enfermeiros, médicos e outros. Eu fui auxiliar de enfermagem durante muitos anos e sei da luta de um enfermeiro e da dedicação e comprometimento desses profissionais pela população do nosso país”.
Diante dos desafios que a classe enfrenta, o líder Vinicius Carvalho observa: “os valores que o PL estabelece não são os ideais, mas que pretende lutar por melhores salários no futuro. “Este piso é menos do que a enfermagem merece, porém é o que é possível diante dos desafios fiscais que o país enfrenta neste momento de recessão mundial”, finalizou.

Saiba mais

De acordo com a proposta que veio do Senado Federal, o valor mínimo inicial para os enfermeiros será de R$ 4.750 em todo o país pelos serviços de saúde públicos e privados. A matéria segue para sanção presidencial.

Texto: Fernanda Cunha, com edição de Mônica Donato / Ascom – Liderança do Republicanos
Fotos: Douglas Gomes

Reportar Erro
Send this to a friend