Projeto “Quem Ama Cuida” chega à Abaetetuba (PA)

Projeto foi idealizado pelo deputado federal Vavá Martins (Republicanos-PA) e conta com voluntários em todo o estado do Pará

Publicado em 03/10/2019 - 00:00

Belém (PA) – O projeto “Quem Ama Cuida”, idealizado pelo deputado federal Vavá Martins (Republicanos-PA), chegou a região ribeirinha de Abaetetuba, no Pará.

Segundo o republicano, os moradores que residem ao longo do Rio Jarumã não dispõem de coleta de lixo, tampouco conseguem destinar seus resíduos para as cooperativas locais. Muitos relatam, ainda, que precisam queimar o lixo por não terem outra alternativa.

Projeto “Quem Ama Cuida” chega à Abaetetuba (PA)

José é pescador e mora na localidade há décadas e lamenta a situação. “Eu sobrevivo da pesca. Tem dias que puxo a rede e vem mais lixo do que peixe e isso me deixa muito preocupado e triste, pois muitos acabam fazendo do rio um grande lixão e o certo é ter cuidado com a natureza”, disse o pescador.

Para Vavá Martins, situações como essa devem mudar e investir nessa área é questão de saúde pública. “É lamentável ver que o básico não chega a muitos, mas com força de vontade, trabalho e disposição tenho feito com que surjam alternativas para a destinação adequada de resíduos. Afinal, ao poluir o rio, milhares de famílias tornam-se alvo de doenças, sem contar os danos muitas vezes irreversíveis à natureza”, disse o republicano.

Benilde, que é um dos voluntários do “Quem Ama Cuida” no município visitou as ilhas nas proximidades e coletou um grande número de recicláveis e levou conscientização aos moradores locais. “Esse trabalho é fundamental e gratificante. Por meio do projeto Quem Ama Cuida, os moradores estão tendo a oportunidade de aprender mais sobre a separação de resíduos e a destinação correta”, afirmou.

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), esses resíduos até 2050 serão encontrados nos oceanos mais do que as espécies marinhas, por exemplo. O Brasil já é o quarto maior produtor de lixo plástico do mundo, atrás apenas de Estados Unidos, China e Índia. Por aqui, pouco mais de 1% desse plástico chega a ser reciclado. Pensando nisso e no bem-estar social, o “Quem Ama Cuida” realiza o trabalho de conscientização que aproxima a população das cooperativas de reciclagem.

Texto: Natália Matos / Ascom – deputado federal Vavá Martins
Fotos: Cedidas

Reportar Erro