Julio Cesar questiona reajuste na conta de água no DF

“É inacreditável. O reajuste da tarifa de água em 5,6% é quase 2% acima do IPCA e 1% acima do reajuste do salário mínimo em 2019”, reclama o republicano

Publicado em 17/04/2019 - 00:00

Brasília (DF) – O anúncio do reajuste das tarifas dos serviços públicos de abastecimento, feito pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa), não agradou o deputado federal Julio Cesar (PRB-DF).

“É inacreditável. O reajuste da tarifa de água em 5,6% é quase 2% acima do IPCA e 1% acima do reajuste do salário mínimo em 2019. Não podemos nos calar e não vamos permitir que isso aconteça”, declarou o republicano.

A tarifa cobrada pela Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb) pode ser corrigida em 5,6%. O percentual é maior que os 3,8% do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), acumulados nos últimos 12 meses.

Se os novos preços forem aprovados, o reajuste começa a valer em 1º de junho de 2019 a 31 de maio de 2020. Seria o segundo reajuste do ano. Desde 1º de abril, o valor pago pelo consumo de água ficou 2,99% mais caro.

Texto: Ascom – deputado federal Julio Cesar
Foto: Douglas Gomes

Reportar Erro