Coronavírus: Republicanos vota contra exportação de equipamentos médicos

Silvio Costa Filho ressaltou a importância do parlamento estar em sintonia na busca de soluções para a crise que o Brasil enfrenta com o avanço do novo coronavírus

Publicado em 01/04/2020 - 00:00

Brasília (DF) – O deputado federal Silvio Costa Filho (Republicanos-PE) orientou a bancada republicana durante a sessão virtual da Câmara, que votou as mudanças propostas pelo Senado Federal ao projeto que proíbe a exportação de produtos hospitalares (PL 668/2020). Os republicanos mantiveram o texto da Câmara, pois não concordam que produtos essenciais ao combate da COVID-19 sejam exportados para outros países durante a Emergência em Saúde Pública de importância Nacional (ESPIN), decretada pelo Governo Federal.

“Nós, do Republicanos, fechamos questão nessa matéria e juntos votamos contra o substitutivo aprovado pelos senadores. Queremos manter o texto inicial que foi aprovado na Câmara porque assegura direitos aos profissionais de saúde e ao povo brasileiro”, disse.

Em 17 de março deste ano, a Câmara aprovou o projeto que deixava explícito uma série de produtos vetados para exportação, como ventilador pulmonar e camas hospitalares, além de equipamentos de proteção individual, como luvas, aventais, óculos de proteção, entre outros. Durante a análise dos senadores, foi aprovado um substitutivo que deixaria a cargo do Ministério da Saúde a definição dos produtos que teriam comercialização no exterior proibidos.

Silvio Costa Filho ressaltou, ainda, a importância do parlamento estar em sintonia na busca de soluções para o instante que o Brasil enfrenta. “Não tenho dúvida de que este é um momento de unidade nacional independentemente da coloração partidária, o Congresso Nacional precisa estar unido para enfrentarmos esse momento desafiador, dos pontos de vista social e econômico”, afirmou.

O plenário da Casa rejeitou o substitutivo do Senado e manteve o texto da Câmara que segue para sanção presidencial.

Texto: Fernanda Cunha, com edição de Mônica Donato / Ascom – Liderança do Republicanos
Foto: Cedida

Reportar Erro