Comissão Externa vai investigar derramamento de óleo nas praias do Nordeste

Deputado Marcos Marcos Pereira (Republicanos) destaca que o óleo já atingiu 88 municípios de nove estados e ainda não teve a origem identificada

Publicado em 26/10/2019 - 00:00

Brasília (DF) – O deputado federal Marcos Pereira (Republicanos-SP), no exercício da presidência da Câmara, criou a Comissão Externa que vai avaliar a contaminação do litoral do Nordeste com o derramamento de petróleo em alto mar. O 1º vice-presidente da Casa lembrou que o óleo já atingiu 88 municípios de nove estados e ainda não teve a origem identificada.

“O assunto foi objeto de oito requerimentos para a criação da Comissão Externa e também para uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). A Câmara está pronta para apurar as responsabilidades e ajudar a minimizar os danos desta catástrofe ambiental que atinge o litoral nordestino”, adiantou Marcos Pereira.

Três parlamentares do Republicanos foram indicados para compor o colegiado, que terá 18 deputados. São eles: Benes Locádio (RN), Márcio Marinho (BA) e Silvo Costa Filho (PE). O republicano potiguar Benes Leocádio participou da audiência pública na Comissão de Minas e Energia sobre o tema com representantes do Ministério do Meio Ambiente, Ibama, Marinha, ANP e Petrobras.

“Como sabemos, não só o Rio Grande do Norte, mas todo o Nordeste é destino turístico. Externei minha preocupação com esse desastre ambiental e questionei o que tem sido feito para minimizar os prejuízos ambientais. Nossa preocupação é a de que o óleo atinja o Parque Nacional de Abrolhos, conhecido por abrigar a maior biodiversidade marinha do Atlântico Sul”, alertou o republicano.

O pernambucano Silvio Costa Filho também fez um apelo ao governo e às autoridades competentes. “Não é hora de divisionismo, é hora de ajudar o Nordeste. Tivemos a oportunidade de receber em nosso Estado os ministros Ricardo Salles (Meio Ambiente), General Fernando Azevedo e Silva (Defesa) e Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional). Eles apresentaram as ações que o Governo Federal têm realizado para conter o óleo nas praias de Pernambuco, em parceria com os municípios e o Governo Estadual”, afirmou.

Ainda segundo Silvio Costa Filho, o derramamento do óleo pegou todos de surpresa e está afetando diretamente a vida dos nordestinos. “Estamos em um período de aumento no turismo da região e a presença do óleo representa prejuízo”, lamentou.

O deputado Márcio Marinho lembrou que o derramamento de óleo também prejudicou a vida dos pescadores e marisqueiras. “Estamos acompanhando a solidariedade das pessoas que estão ajudando a limpar nossas praias. Também farei parte desta comissão e pretendo levar ao colegiado o que tenho ouvido da população”, disse.

Saiba mais

Em audiência na última terça-feira (22), o Governo Federal informou que mais de 900 toneladas de óleo já foram recolhidas do mar e 5 mil militares do Exército devem reforçar as ações de limpeza nas praias nordestinas. Segundo dados da Marinha, são quatro as principais linhas de investigação: acidente na transferência de óleo entre navios, naufrágio, derramamento acidental e derramamento intencional.

Texto: Mônica Donato / Ascom – Republicanos na Câmara
Foto: Douglas Gomes

Reportar Erro