Carlos Gomes vai debater desperdício de alimentos no Brasil

Objetivo é chamar a atenção do poder público, da imprensa e da sociedade para a adoção de práticas de alimentação saudável e coibir o desperdício

Publicado em 21/06/2019 - 00:00

Brasília (DF) – A Câmara dos Deputados promoverá, no próximo dia 2 de julho, grande expediente proposto pelo deputado federal Carlos Gomes (PRB-RS) sobre o desperdício de alimentos e a segurança alimentar no Brasil.

Segundo um estudo recente realizado pela Embrapa em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, cada brasileiro joga mais de 40 quilos de comida no lixo por ano. O total estimado pela FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura) é de 8,7 toneladas perdidas no país anualmente, o que daria para alimentar 13 milhões de pessoas.

“A velha máxima de que é melhor sobrar do que faltar aliada ao baixo índice de reaproveitamento do excedente de comida contribui para o aumento do desperdício”, analisou o deputado.

Presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Cadeia Produtiva da Reciclagem e coordenador de Água e Segurança Alimentar da Frente Parlamentar de Alimentação e Saúde (FPAS) no Congresso Nacional, Carlos destaca que das 79,9 milhões de toneladas dos resíduos sólidos urbanos gerados no Brasil a cada ano, mais de 57% são formadas por material orgânico (grande parte de sobras de alimentos e alimentos deteriorados), que poderia ser encaminhado à compostagem e utilizado como adubo na agricultura.

“Nosso objetivo é chamar a atenção do poder público, da imprensa e da sociedade para a adoção de práticas de alimentação saudável, baseadas no consumo consciente e na reutilização de sobras”, projetou o parlamentar. O ato será realizado no plenário Ulysses Guimarães da Câmara dos Deputados, a partir das 15h25.

Texto: Jorge Fuentes / Ascom – deputado federal Carlos Gomes
Foto: Douglas Gomes

Reportar Erro