Capitão Alberto Neto e bancada do AM se reúnem com ministro Paulo Guedes

Na pauta, pontos importantes para o destravamento e crescimento da Zona Franca de Manaus

Publicado em 27/03/2019 - 00:00

Brasília (DF) – O deputado federal Capitão Alberto Neto (PRB-AM) e  a bancada do Amazonas se reuniram, na noite de segunda feira (25), com o ministro da Economia, Paulo Guedes. Na pauta, pontos importantes para o destravamento e crescimento da Zona Franca de Manaus. O superintendente da Suframa, Coronel Menezes; e o governador do estado, Wilson Lima, também participaram da reunião.

Assuntos como descontingenciamento do recurso para Suframa, celeridade no PPB para novas empresas se instalarem no PIM, segurança jurídica para que as empresas tenham mais segurança no Polo Industrial de Manaus e a reforma da previdência foram os assuntos de destaque durante a reunião.

De todos os assuntos discutidos no encontro, o descontingenciamento e a celeridade do PPB são as peças-chaves para o crescimento da ZFM. Apenas com o descontingenciamento retidos nos cofres da União, a Suframa tem uma quantia que soma mais de R$ 300 milhões, que poderão ser utilizados para garantir a competitividade com a segurança jurídica necessária da Zona Franca e a celeridade do PPB que facilitará a instalação de novas industrias no Polo Industrial.

Para Capitão Alberto Neto, é preciso aproveitar o momento já que temos um governo técnico e entende tecnicamente a importância do Polo Industrial de Manaus para a região Norte e para o Brasil. “Nós precisamos transformar a zona franca num lugar de exportação, aproveitando esse link que o nosso ministro tem com os Estados Unidos, queremos aproveitar isso para exportar produtos da ZFM para os EUA”, disse o republicano.

ZFM

A Zona Franca de Manaus compreende três polos econômicos: comercial, industrial e agropecuário. O primeiro teve maior ascensão até o final da década de 80, quando o Brasil adotava o regime de economia fechada. O industrial é considerado a base de sustentação da ZFM.

O Polo Industrial de Manaus possui aproximadamente 500 indústrias de alta tecnologia gerando mais de meio milhão de empregos, diretos e indiretos, principalmente, nos segmentos de eletroeletrônicos, duas rodas e químico. Entre os produtos fabricados destacam-se: aparelhos celulares e de áudio e vídeo, televisores, motocicletas, concentrados para refrigerantes, entre outros.

O Polo Agropecuário abriga projetos voltados à atividades de produção de alimentos, agroindústria, piscicultura, turismo, beneficiamento de madeira, entre outras.

Texto: Ascom – deputado federal Capitão Alberto Neto
Edição: Agência PRB Nacional
Foto: Douglas Gomes

Reportar Erro
Send this to a friend