Bandeira política: o primeiro passo para a construção dos ideais refletidos pela sociedade

Artigo escrito por Marias Rosas, deputada federal pelo Republicanos São Paulo

Publicado em 09/06/2020 - 09:36

Chamamos de bandeira as convicções, as ideologias, as causas defendidas por um partido e pelo candidato que deseja ingressar no âmbito político. As bandeiras são pautadas nos hábitos construídos pela própria sociedade e, é na política, no parlamento, que esse conjunto de posturas e ideias ecoam, podendo perpetuar por gerações, moldando a história. As bandeiras são, portanto, frutos de demandas da população.

Daí a importância de conhecer o trabalho, os valores morais e as causas que defendem os políticos, quais são seus posicionamentos e suas bases. Na conjuntura atual, a bandeira política tem sido o instrumento mais importante, por exemplo, na paridade de direitos entre homens e mulheres, frente a pluralidade de movimentos sociais. Mas e qual é o impacto desta escolha para o país?

Bandeira política: o primeiro passo para a construção dos ideais refletidos pela sociedadeÉ que por meio delas é possível definir, democraticamente, os rumos que uma sociedade vai trilhar.  No Brasil existem inúmeras bandeiras agregadas aos mais de 50 partidos políticos. Entre algumas bandeiras, estão a defesa dos direitos de grupos minoritários e vulneráveis: mulheres, negros, pessoas com deficiência, trabalhadores e camadas de baixa renda. Defesa de cotas sociais, liberação ou privatização da economia.

Um político trabalha para defender suas ideias e, isso se dá por meio de discussões, criação e efetivação de políticas públicas consolidadas. A busca por articular políticas públicas são uma das formas de interação entre o Estado e a sociedade civil através da transformação de diretrizes e princípios norteadores em ações e procedimentos que (re)constroem a realidade da nação.

Na minha trajetória política, defendo a pessoa com deficiência, mulheres, jovens e crianças e a educação como tema central. Junto ao Republicanos, partido no qual sou filiada, atuo nas causas de valores cristãos, tendo a família como alicerce da sociedade, preservando a soberania nacional, livre iniciativa e a liberdade econômica, encorajando o progresso tecnológico como caminho para o desenvolvimento humano.

Para todo candidato que se lança à política, é essencial ter em mente qual é o seu posicionamento e, a escolha vai além da afinidade, pois também depende da trajetória política e dos trabalhos sociais que esse candidato realizou ao longo da vida. Escolher uma causa é sobretudo, propósito, empatia e legado. Precisa ser algo que se deseja lutar até o fim, pois essa será a motivação necessária para a mudança que se espera. 

Defender uma bandeira é acreditar em transformações sociais para o país e para a vida de milhares de brasileiros. A sociedade em geral, apoia as bandeiras que as representam e refletir sobre esse aspecto é o primeiro passo para ingressar no âmbito político.

*Maria Rosas é deputada federal pelo Republicanos São Paulo
Foto destaque: G
ustavo Gargioni / Fotos Públicas

 

Reportar Erro