Aroldo Martins destina R$ 500 mil para o Hospital da Providência

Aroldo Martins destina R$ 500 mil para o Hospital da Providência

Emenda do deputado federal será fundamental para manter a qualidade dos serviços e do atendimento aos pacientes do Hospital da Providência, em Apucarana, Paraná

Publicado em 21/10/2019 - 00:00

Apucarana (PR) – O deputado federal Aroldo Martins (Republicanos-PR) destinou, na sexta-feira (18), mais uma emenda parlamentar para o Hospital da Providência de Apucarana.  Os recursos no valor de R$ 500 mil serão destinados para o custeio do atendimento aos pacientes.

O prefeito de Apucarana, Junior da Femac, participou do ato realizado na recepção do Pronto Socorro do hospital. “É muito gratificante ver um deputado com essa característica atendendo um hospital que também tem esse olhar, que é o de atender quem mais precisa”, afirmou Junior da Femac, lembrando que 85% dos atendimentos no hospital são através do Sistema Único de Saúde (SUS).

Aroldo Martins defende que as emendas parlamentares sejam destinadas de forma consciente e não pensando no retorno eleitoral. “A prerrogativa de um deputado federal de direcionar emendas tem de ser exercida de forma consciente e humanística, sempre visando o próximo.  O Hospital da Providência realiza um grande trabalho e, por isso, é merecedor dos recursos”, ressaltou o republicano.

A irmã Geovana Ramos, diretora-geral do hospital, agradeceu a emenda e disse que ela vem a se somar a outros apoios que a instituição vem recebendo. De acordo com ela, essas emendas são fundamentais para manter a qualidade dos serviços e do atendimento.

Guilherme Borges, diretor-executivo do “Providência”, fez um relato do trabalho realizado anualmente pelo hospital. “São 19 mil pessoas internadas todos os anos aqui e 12 mil cirurgias. Os atendimentos externos chegam a 80 mil por ano, somando os de pronto-atendimento e ambulatoriais. Das nossas internações, 85% são pelo SUS. Tudo isso gera uma demanda de recursos para os atendimentos e também para investir na expansão do hospital”, pontua Borges.

Texto e foto: Daniel Monteiro/Ascom – deputado federal Aroldo Martins
Edição: Agência Republicana de Comunicação (ARCO)

Reportar Erro
Send this to a friend