Aprovado projeto garante serviço médico especializado para a pessoa idosa

Aprovado projeto que garante serviço médico especializado aos idosos

Projeto de Ossesio Silva altera Estatuto do Idoso para garantir o funcionamento, em cada estado, de pelo menos um serviço especializado de atenção à saúde da pessoa

Publicado em 03/10/2019 - 00:00

Brasília (DF) – A Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa da Câmara dos Deputados aprovou, na quarta-feira (2), por unanimidade, o Projeto de Lei nº 3.606/2019, de autoria do deputado federal Ossesio Silva (Republicanos-PE), que garante o funcionamento de pelo menos um serviço especializado de atenção à saúde da pessoa idosa, em cada estado.

O objetivo é que os idosos recebam prevenção e assistência voltada para as peculiaridades da idade. O projeto segue para tramitações pertinentes.

Segundo o Estudo Longitudinal da Saúde dos Idosos Brasileiros (ELSI-Brasil), 75,3% dos idosos dependem exclusivamente dos serviços prestados no Sistema Único de Saúde (SUS), sendo que 83,1% realizaram pelo menos uma consulta médica nos últimos 12 meses. Nesse período, foi identificado ainda que, 10,2% dos idosos foram hospitalizados uma ou mais vezes. Quase 40% dos idosos possuem uma doença crônica e 29,8% possuem duas ou mais como diabetes, hipertensão ou artrite. Ou seja, ao todo, cerca de 70% dos idosos possuem alguma doença crônica.

Em seu mandato, Ossesio Silva tem priorizado garantir os direitos da pessoa idosa. “O meu projeto beneficiar nossos idosos. O acesso à saúde especializada permitirá melhoria na expectativa e na qualidade de vida destes pacientes, pois o atendimento realizado por um especialista é essencial para o envelhecimento ativo saudável”, destacou o republicano.

Texto: Eulla Carvalho / Ascom – deputado federal Ossesio Silva
Foto: Douglas Gomes
Edição: Agência Republicana de Comunicação (ARCO)

Reportar Erro