Aprovada proposta de Hugo Motta que beneficia setor produtivo

Sugestão do deputado reduz alíquota de 20 para 15% do imposto de lucros e dividendos

Publicado em 02/09/2021 - 17:08

Brasília (DF) –

Brasília (DF) – Por iniciativa do líder do Republicanos, deputado Hugo Motta (PB), o plenário da Câmara aprovou a redução de 20% para 15% da alíquota do imposto retido na fonte sobre lucros e dividendos. A mudança, aprovada nesta quinta-feira (2), com 319 votos a favor, diz respeito às novas regras do Imposto de Renda, objeto do PL 2337/21, aprovado ontem (1). Na avaliação do líder, a medida representa uma vitória para o setor produtivo e um reconhecimento aos empresários que apostam na retomada de crescimento econômico.

“Neste ano de 2021, essa foi a discussão mais demorada da Casa entre os seus parlamentares, líderes e o setor produtivo. Estamos falando de uma matéria que trata da vida dos mais de 200 milhões de brasileiros e também do setor produtivo, que gera emprego e renda para o nosso país. Muito me orgulha ter sido escolhido pelos líderes para apresentar esse destaque porque não há país forte nem economia pujante sem o setor produtivo estimulado a investir. Essa medida é fruto de ampla negociação, não só com os líderes desta Casa, mas também com o Senado”, afirmou.

Motta observa que a medida não retira em nada os benefícios dos cidadãos comuns, garantidos com a aprovação das Novas Regras do Imposto de Renda, na última quarta-feira, com apoio de toda a bancada do partido. Um dos benefícios é a nova faixa de isenção do tributo à pessoa física, que passou de R$ 1.903,98 para R$ 2.500 mensais, com correção de 31,3%.

“Estamos melhorando a prestação de contas para as pessoas de baixa renda, dando às micro e pequenas empresas a possibilidade de ficar fora da tributação, cobrando mais dos que mais têm, para que o país tenha condição de, com sua arrecadação, investir nas áreas prioritárias como saúde, educação, segurança pública e bem-estar social”, acrescentou.

Por Mônica Donato (Ascom Liderança do Republicanos na Câmara)
Foto: Douglas Gomes

Reportar Erro
Send this to a friend