Acompanhados, vamos mais longe

Conquista importante

Renegociação da dívida do município do Rio de Janeiro foi pauta da nossa agenda na semana passada

Publicado em 15/05/2017 - 00:00

Olá, republicanos.

Como senador, tenho acompanhado pautas importantíssimas de interesse popular. O trabalho,  como presidente nacional do PRB em exercício, me faz ter um olhar abrangente, mas alguns estados realmente merecem todo apoio e ajuda para saírem da crise financeira, como é o caso do Estado do Rio de Janeiro, que atravessa um momento lamentável jamais visto em sua história.

A Câmara dos Deputados concluiu, na última quarta-feira (11), a votação do projeto de Recuperação Fiscal dos Estados. Agora o projeto segue para o Senado para discussão.

Há pouco mais de quatro meses no cargo, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, enfrenta sérias tribulações na administração da cidade. As adversidades decorrem dos gravíssimos problemas e desequilíbrios econômicos e fiscais que assaltam as contas do município.

Agora, podemos comemorar uma vitória do prefeito Crivella, da qual eu junto participei. Na semana passada, eu e ele passamos por uma verdadeira maratona em Brasília. Eu o acompanhei, primeiro, na reunião na Secretaria do Tesouro Nacional e ele pediu exatamente essa renegociação da dívida.

Saímos da Secretaria do Tesouro; fomos para o Palácio do Planalto; pedimos audiência; falamos com o ministro Moreira Franco; do Palácio do Planalto, fomos para o Planejamento; do Planejamento, fomos para a Fazenda. Quer dizer, buscamos ajuda, batendo às portas, para que conseguíssemos essa ajuda para o Rio de Janeiro. E, como eu disse, para a alegria, isso aconteceu.

Não era uma moratória que ele estava pedindo, não era um cancelamento, nada disso. Ele até pediu, mas, na reunião com a Secretaria do Tesouro, ele foi informado pela secretária nacional do Tesouro que seria impossível sem o aval do BNDES. No que diz respeito ao mesmo, Crivella, com apenas 23 dias de Governo, foi até a presidente do BNDES já para começar a trabalhar essa questão.

A Olimpíada foi bonita, alcançou sucesso, participei de vários eventos e realmente deu tudo certo. Agora chegou a conta, chegou a fatura e temos que pagar. A fatura ficou para o prefeito Crivella pagar. Agora, em junho próximo, já venceria a primeira parcela do pagamento da dívida de mais de R$ 5 bilhões das Olimpíadas. Crivella teria um compromisso agora com o BNDES e com a Caixa Econômica em torno de R$ 1,4 bilhão.

Devido à situação do Município – queda na arrecadação de ISS, problemas econômicos, desemprego –, a cidade do Rio de Janeiro está sendo muito atingida pelo desemprego. Inclusive, eu registro que o Rio de Janeiro é o estado que mais sofre com o desemprego de hoje: em torno de 81%.

Queremos mostrar para você que nos acompanha nas redes sociais, que admira o trabalho político do PRB, que estamos atentos, focados na mudança e esperançosos de que ela virá com muito trabalho. Desejamos e trabalhamos por isso, como tenho dito. Não deixe de participar deste momento histórico que o Brasil atravessa. Seu interesse,  por entender as pautas e participar conosco com sugestões e críticas, faz toda a diferença. Estamos juntos sempre!

Senador Eduardo Lopes
Presidente Nacional do PRB (Interino)

Reportar Erro