Wanderson Dias pede mais segurança para Itaboraí e Leste Fluminense

Republicano conversou com o novo superintendente da Polícia Federal no RJ e solicitou apoio para enfrentar a criminalidade em Itaboraí e nos demais municípios da região

Publicado em 12/06/2018 - 00:00

Republicano conversou com o novo superintendente da Polícia Federal no RJ e solicitou apoio para enfrentar a criminalidade em Itaboraí e nos demais municípios da região

Itaboraí (RJ) – Na última sexta-feira (8), durante encontro com o novo superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro, Ricardo Saadi, o vice-prefeito Wanderson Dias (PRB) solicitou reforço do policiamento de Itaboraí e demais municípios do Leste Fluminense.

O republicano considera fundamental que as força armadas estejam presentes no patrulhamento das estradas estaduais e federais da região, além do aumento do efetivo das polícias e bombeiros, para que os moradores de Itaboraí, São Gonçalo, Maricá, Niterói, Tanguá e Rio Bonito possam ter mais seguranças nas ruas.

Segundo Wanderson, as cidades do Leste Fluminense registram aumento da violência, daí a importância das ações serem planejadas para todo o estado. “Se não tomarmos atitudes agora, muitos policiais e cidadãos de bem continuarão morrendo vítimas dessa guerra. Acreditamos e trabalhamos pelo êxito da intervenção”, comentou o vice-prefeito.

Ainda de acordo com o Dias, o superintendente da Polícia Federal também considera fundamentais investimentos em saúde, educação e lazer nas regiões mais atingidas pela violência. “Temos que olhar para a população sofrida e carente que vive refém do medo, levar ações sociais às comunidades, mas também no combate ao crime com mais agentes”, concluiu o vice-prefeito do PRB.

Texto: Rodrigo da Matta / Ascom – vice-prefeito Wanderson Dias
Edição: Agência PRB Nacional

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: [email protected]. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro
Send this to a friend