Vitor Paulo defende mais empregos para mulheres no setor de vigilância

20% das vagas em empresas especializadas e estabelecimentos financeiros que empreguem diretamente vigilantes para guarda ostensiva e transporte de valores deverão ser para mulheres

Publicado em 23/08/2018 - 00:00

20% das vagas em empresas especializadas e estabelecimentos financeiros que empreguem diretamente vigilantes para guarda ostensiva e transporte de valores deverão ser para mulheres

Brasília (DF) – A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei nº 10759/2018, de autoria do deputado federal Vitor Paulo (PRB-DF), que obriga as empresas especializadas quanto os estabelecimentos financeiros que empreguem diretamente vigilantes para guarda ostensiva e transporte de valores ter em seus quadros de pessoal o quantitativo mínimo de 20% de mulheres para atuarem na vigilância.

“Esse projeto de lei visa otimizar a luta das mulheres na busca de uma melhoria da inserção feminina no mercado de trabalho”, afirmou o deputado.

Para Vitor Paulo, a histórica desigualdade nas oportunidades de inserção ocupacional entre homens e mulheres ainda é grande nos dias atuais. “As mulheres continuam a estar em menor proporção entre os empregados e ainda são a maioria dos desempregados nas diversas regiões brasileiras. Concluímos que o esforço para essa equalização deve ser contínuo, pois não podemos permitir qualquer espécie de discriminação que ainda possa ocorrer nos dias de hoje”, defendeu.

Texto: Ascom – deputado federal Vitor Paulo
Foto: Leonardo Prado 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: [email protected]. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro
Send this to a friend