Tia Eron assume coordenação nacional do PRB Igualdade Racial

Premiada internacionalmente, republicana quer promover a conscientização no País

Publicado em 08/04/2013 - 00:00

08_04_13_destaque01_ba_eron_assume_movimento_racial
Vereadora pelo 4º mandato consecutivo em Salvador, Tia Eron é reconhecida por batalhar pela valorização da mulher negra

Brasília (DF) – A vereadora Tia Eron (PRB) tomou posse como coordenadora nacional do movimento social PRB Igualdade Racial durante a 9ª Convenção Nacional do grupo, realizada na última segunda-feira (01). O presidente nacional da sigla, Marcos Pereira, empossou também a 15 novos coordenadores nacionais de movimentos sociais e setoriais.

“Sinto-me honrada e desafiada frente a essa coordenação. E, tenho certeza que poderei contar com todos do nosso partido, juntos, com vontade de ter um país mais justo e ético para todos”, celebra. Eron revela que pretende debater soluções e realizar ações de conscientização junto aos parlamentares do PRB em todo território nacional. “O objetivo é buscar a real mudança e, com ela, um crescimento sadio e de qualidade do nosso País”, reforça.

Ainda, a coordenadora disse assumir o compromisso de desmistificar a ideia de que o Brasil não possui desigualdade racial. “Ainda vemos na televisão, em diversos segmentos de poder e influência em nosso país, a nítida desigualdade. Mas precisamos modificar isso com qualidade”, reflete.  Para Eron, uma das ações necessárias será destacar nomes do cenário nacional que venceram o preconceito, como também, mostrar através do atual quadro vivido atualmente de que é possível e é um dever promover a igualdade sem omitir a realidade.

Vereadora pelo 4º mandato consecutivo em Salvador, Eron é reconhecida por batalhar pela valorização da mulher negra, tal reconhecimento extrapolou as fronteiras nacionais. A republicana foi premiada nos Estados Unidos com a honraria “Mulheres Distintas 2012”, durante o III Fórum Internacional Brazilian Women In Power. A republicana tem tentado resgatar os feitos de heroínas negras esquecidas nos registros dos livros de história do Brasil, a exemplo da heroína Maria Felipa.

Fonte: Ascom – vereadora Tia Eron
Edição: Jamile Reis / Agência PRB Nacional
Foto: Douglas Gomes

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro