Séfora Mota visita escola de surdos Salomão Watnick

O objetivo da visita foi conhecer de perto a estrutura do local e dar continuidade à discussão sobre o atendimento dos alunos surdos na capital

Publicado em 05/07/2013 - 00:00

Séfora Mota visita escola de surdos Salomão Watnick
O objetivo da visita foi conhecer de perto a estrutura do local e dar continuidade à discussão sobre o atendimento dos alunos surdos na capital

Porto Alegre (RS) – Na tarde desta terça-feira (02), a vereadora Séfora Mota (PRB), acompanhada de integrantes da Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude (Cece) esteve na escola municipal de Ensino Fundamental (Emef) bilíngue Salomão Watnick, no bairro Intercap. O objetivo da visita foi conhecer de perto a estrutura do local e dar continuidade à discussão sobre o atendimento dos alunos surdos na capital. O tema tem sido debatido na Câmara Municipal de Porto Alegre desde o fim do ano passado.

A escola Salomão Watnick foi criada em 2008 e atende 70 estudantes que não escutam, metade no ensino fundamental e a outra metade no EJA (Educação de Jovens e Adultos). As aulas são ministradas na Língua Brasileira de Sinais (Libras). O quadro de pessoal da escola é composto por 19 professores e seis funcionários. “Desde 1997 que a comunidade surda vem reivindicando a criação de uma escola especial como esta”, lembrou a diretora Sonia Luisi.

Segundo ela, uma obra de reforma está prevista para começar em breve. Dentro de 30 dias, deverá ser feita a troca do forro do prédio de madeira por PVC e também arrumar três salas de alvenaria. O custo gira em torno dos R$ 48 mil. Também está programada a construção de um muro ao redor do terreno e da cobertura da quadra esportiva. A diretora informou que a escola tem vagas tanto no EJA quanto no ensino fundamental. A Salomão também busca ampliar o atendimento a crianças surdas de zero a seis anos, no sistema de Educação Precoce (EP) e Psicopedagogia Inicial (PI).

05_07_13_municipios01_rs_sefora_mota_visita_escola_surdos_salomao_watnickDurante a visita, a vereadora interagiu com os alunos e até criou um símbolo que agora a identifica na linguagem de libras. “Fico muito feliz em me comunicar com essas crianças na linguagem deles. Nós que temos que nos adaptar e não eles”, disse. A vereadora ainda aproveitou a visita da comissão para convidar professores e alunos para a instalação da “Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Pessoas com Qualquer Tipo de Deficiência”, que acontece na próxima segunda-feira (8) no Teatro Glênio Peres da Câmara de Vereadores.

Como presidente da Frente, a vereadora afirmou que o apoio para o trabalho está cada vez maior. “Por onde passamos e convidamos as pessoas com deficiência, os profissionais e a comunidade para se engajarem nessa luta, recebemos muito apoio. Todos estão ansiosos para a primeira reunião e querendo ajudar”, concluiu.

Texto e foto: Ascom Séfora Mota

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro