Séfora Mota recebe cacica Charrua

Indígenas buscam construção de casas populares

Publicado em 09/04/2013 - 00:00

Séfora Mota recebe cacica Charrua
Indígenas buscam construção de casas populares

Porto Alegre (RS) – A vereadora Séfora Mota (PRB) recebeu a visita da primeira cacica mulher do Povo Indígena Charrua, Acuab. Na ocasião, a chefe e representante do povo no Rio Grande do Sul deu de presente para a vereadora um livro que trata da cultura indígena em Porto Alegre.

Entre as reivindicações dos Charrua, está a construção de casa populares na Aldeia Polidoro, que fica nos bairros Lami e Lomba do Pinheiro, Zona Sul da Capital. Segundo a cacica, uma linha de crédito de 2,3 milhões de reais já está liberada pelo Governo Federal, mas o projeto continua no Demhab e as obras não foram iniciadas.

A vereadora Séfora se comprometeu buscar junto à Prefeitura uma solução para o caso dos índios. “Se a verba já foi liberada, não tem o porquê de demorar assim. Vou marcar com o prefeito, se for necessário, para agilizar a construção dessas casas, tão necessárias para o bem estar do povo Charrua”, argumentou a vereadora.

Saiba mais

Os charruas hoje

Considerados desaparecidos como tribo, sem nunca terem sido catequizados ou civilizados. A etnia misturou-se às demais da região. Os uruguaios orgulham-se de que sua ascendência tenha contribuição também desta etnia pelo caráter indômito. Na Argentina, ao nordeste, encontram-se traços de sua descendência na Província de Entre Ríos.

Mas, em 9 de novembro de 2007, após uma luta que já durava 172 anos, a Câmara Municipal de Porto Alegre realizou ato que reconhecia a comunidade charrua como povo indígena brasileiro. Considerada extinta pela Fundação Nacional do Índio (Funai), a tribo charrua voltou a ser reconhecida em ato oficial da fundação em setembro de 2007. O evento foi organizado em conjunto pelas comissões de Direitos Humanos da Câmara Municipal, da Assembleia Legislativa e do Senado Federal.

Existem, hoje, cerca de seis mil charruas nos países que compõem o Mercosul. Só no Rio Grande do Sul, são mais de quatrocentos índios presentes nas localidades de Santo Ângelo, São Miguel das Missões e Porto Alegre.

Texto e foto: Assessoria de imprensa da vereadora Séfora Mota

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro