Ritmos marcantes embalam campanhas dos republicanos

Jingles viram febre entre eleitores

Publicado em 02/08/2012 - 00:00

Ritmos marcantes embalam campanhas dos republicanos
Jingles viram febre entre eleitores

Brasília (DF) – A campanha eleitoral já tomou conta das ruas das cidades. Passeatas, caminhadas, carreatas e bandeiraços têm agitado as campanhas dos nossos candidatos em todo o Brasil. E nada melhor para incrementar essa jornada ao som dos jingles dos candidatos.

Quem pensa que o jingle é apenas para divertir o eleitor e tornar a campanha mais alto astral se engana. Especialistas afirmam que existem estratégias que vão desde a escolha do ritmo, a composição, a ‘brincadeira’ com o nome e o número de legenda do candidato, até a de desenhar a personalidade do candidato e suas propostas. Se tudo se encaixa, cai no gosto popular e aí, vem o famoso efeito “não sai da cabeça”.

O número de legenda dos candidatos a prefeito do PRB não poderia ser melhor: 10. O número ganhou rima sem muito esforço e inspiração de sobra. Mas, o que contagiou também foram os ritmos populares que ganharam a preferência da maioria dos candidatos.

Da capital baiana não podia sair um ritmo diferente. O candidato a prefeito de Salvador (BA), Márcio Marinho, lançou o jingle “Eu vou votar no 10”, ao ritmo baiano arrocha, que incendiou o Brasil inteiro desde quando foi criado em 2001. Marinho também lançou jingles com os contagiantes ritmos axé e pagode, que encantam e arrastam verdadeiras multidões pelas ruas de Salvador, principalmente no carnaval. O slogan da campanha é “Bote fé”, em referência a uma expressão popular na Bahia.

Já o candidato a prefeito de Canindé de São Francisco (SE), Heleno Silva, apostou no forró elétrico e no forró tradicional. Este último, cantado e produzido pessoalmente por uma das maiores vozes nordestinas, o sanfoneiro, compositor e cantor, Dominguinhos.

“Heleno meu prefeito, Heleno a gente quer. Voto 10 para vencer, pois só Heleno vai fazer um novo tempo para Canindé” é o refrão entoado por Dominguinhos, que deu o tom nordestino para a campanha do defensor do homem do campo em Brasília, como é conhecido Heleno Silva, por sua luta e trabalho como parlamentar.

Lá em Boa Vista (RR), o brega foi o ritmo escolhido pelo candidato a prefeito Mecias de Jesus, que deixou a campanha com a cara do povo boa-vistense. No corpo a corpo com o eleitor, Mecias conquista a atenção não só por sua presença, que é inconfundível, mas pela alegria contagiante da militância que o acompanha sempre empunhando bandeiras ao som do refrão do seu jingle: “Eu voto em Mecias. O povo quer Mecias. Boa Vista precisa. Meu voto é 10”.

No município mineiro de Contagem, o jingle pop embala a campanha do candidato a prefeito George Hilton. A campanha do republicano traz a inovação como tema principal e inspirou a composição da letra. “Pro futuro ser 10. Pra saúde ser 10. É 10 da esperança. 10 na educação. 10 na administração. É 10 na segurança”, diz um trecho. George Hilton tem disponibilizado diariamente, no YouTube, um resumo de sua agenda de campanha, sinalizando o tom de transparência que terá sua gestão.

O pop também foi eleito pelo candidato a prefeito de São Paulo, Celso Russomanno. “O novo que vai chegar”, diz o refrão entoado por uma batida leve e jovem. A letra do jingle fala em compromisso, seriedade, trabalho e defesa do povo paulistano, marcas registradas da campanha do republicano, que conta com o apoio da coligação “Uma nova história para São Paulo”. O candidato disponibilizou um vídeo que ilustra bem a letra do jingle de sua campanha e invadiu as redes sociais.

Texto: Helen Assumpção – Agência PRB Nacional
Fotos: Facebook dos candidatos

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro