Cristiane Britto participa de lançamento do programa Mães Unidas

Cristiane Britto participa de lançamento do programa Mães Unidas

Na oportunidade, a secretária nacional Políticas para Mulheres explicou que a meta é fortalecer os vínculos familiares e comunitários das mulheres da gestação à maternidade

Brasília (DF) – O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) lançou, nesta quinta-feira (12), o programa Mães Unidas. O objetivo da iniciativa é promover a saúde e o bem-estar relacional de mães e filhos durante a gestação e os dois primeiros anos de vida da criança.

Além do lançamento do programa, foi assinado acordo de cooperação para o projeto piloto com o estado de Goiás e as prefeituras das três maiores cidades goianas: Goiânia, Anápolis e Aparecida de Goiânia.

Para a ministra Damares Alves, o programa fortalecerá ainda o papel da família no cuidado e proteção da criança, garantindo o direito da criança ao nascimento seguro e ao crescimento e desenvolvimento saudáveis.

“O Mães Unidas vai ser um instrumento poderoso no combate à violência contra bebês no Brasil. Aqui, no Ministério, está o Disque 100. É aqui que chegam denúncias de estupro de bebês no Brasil. Um programa como esse vem para empoderar essa mãe de como proteger o seu bebê”, ressaltou a titular do MMFDH.

A secretária nacional de Políticas para Mulheres, Cristiane Britto (Republicanos), explica que a meta do Mães Unidas é fortalecer os vínculos familiares e comunitários das mulheres da gestação à maternidade, além de promover a integração social das mães de primeira gestação.

“O programa vem para ter um olhar especial com as mulheres em situação de vulnerabilidade. Também com uma preocupação com a questão da depressão pós-parto, que acompanha a mãe até dois anos após o parto”, explica

A importância do cuidado com a mãe também foi ressaltada pela primeira-dama do estado de Goiás, Gracinha Caiado. “Somos parceiras nisso porque nós acreditamos que, cuidando das mães, nós vamos realmente cuidar da família. É oportunizar que aquelas famílias sejam cuidadas e que, lá na frente, essas crianças tenham todas as oportunidades”, disse.

Parcerias

O projeto piloto terá curso de capacitação para voluntárias, realização de rodas de conversas envolvendo mães, especialistas e voluntárias, além de atendimento individual.

Os cursos do projeto serão ministrados pelo Instituto Federal de Goiás com aulas presenciais e à distância. O conteúdo básico contempla a preparação para o voluntariado, formação e fortalecimento de vínculos familiares, noções de direitos humanos, cidadania e de saúde e bem-estar materno e do bebê, além de assistência jurídica e social.

A criação dessa nova rede proteção também foi destacada pela ministra. “O Mãe Unidas vem, inclusive, para que a mãe possa observar outra mãe que não está no programa e perceba que tem alguma coisa acontecendo. Essa outra mãe também nos interessa. Até porque a beneficiária vira voluntária depois. É uma rede que só cresce”, destacou Damares.

Texto e foto: Ascom – MMFDH
Edição: Agência Republicana de Comunicação (Arco)

 

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O Republicanos está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@republicanos10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Rosangela Gomes (Republicanos-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Republicanos

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal Republicanos?

pautas@republicanos10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.