Projeto de Valdemir Soares proíbe venda de bebidas alcoólicas em postos de combustíveis

Republicano pede urgência na votação do texto para que em 2015 a norma já esteja em vigor.

Publicado em 13/10/2014 - 00:00

projeto-de-valdemir-soares-proibe-venda-de-bebidas-alcoolicas-em-postos-de-combustiveis-foto-divulgacao-10-10-2014
Republicano pede urgência na votação do texto para que em 2015 a norma já esteja em vigor.

 

Curitiba (PR) – A Câmara Municipal de Curitiba analisa o Projeto de Lei 00459/2013, do vereador Valdemir Soares (PRB-PR), que proíbe a venda de bebidas alcoólicas em postos de combustíveis no período das 23h às 6h. O texto já foi aprovado por várias comissões da Casa Legislativa e aguarda análise do plenário. “Precisamos de agilidade no trâmite dessa proposta para que em 2015 esta lei já esteja em vigor”, destacou o republicano.

Na justificativa, Valdemir Soares aponta que a redução de locais disponíveis para o consumo de bebidas alcoólicas, principalmente os postos de combustíveis é imprescindível para reduzir os acidentes de trânsito. “Os carros com som alto e o consumo de álcool fazem parte de um ritual que pode terminar em morte, pois quem ingere bebidas alcoólicas nos postos, geralmente não pega táxi nem ônibus”, destaca Valdemir.

Para ele, a aplicação da lei seca também não pode ser relaxada. Segundo informações do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) cerca de 8,6 mil condutores foram autuados por associar álcool e direção no período da fiscalização da Lei Seca – em vigor há mais de 20 meses. “Temos que colaborar para redução de acidentes e de bêbados no volante”, finaliza Valdemir.

 

Texto e foto: Ascom – vereador Valdemir Soares

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no novo portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro