Projeto de lei institui a “Farmácia Solidária” em MS

Apresentado pelo deputado estadual Antonio Vaz (Republicanos-MS), projeto visa a conscientização, doação, reaproveitamento e distribuição de medicamentos

Publicado em 18/09/2019 - 00:00

Projeto de lei institui a "Farmácia Solidária" em MS
Apresentado pelo deputado estadual Antonio Vaz (Republicanos-MS), projeto visa a conscientização, doação, reaproveitamento e distribuição de medicamentos

Campo Grande (MS) – O deputado estadual Antonio Vaz (Republicanos-MS) apresentou, na terça-feira (17), projeto de lei que institui o “Programa Solidare – Farmácia Solidária”, visando a  conscientização, doação, reaproveitamento, distribuição para a população e destinação final de medicamentos, no Estado do Mato Grosso do Sul. 

O objetivo é auxiliar no tratamento de saúde das pessoas, por meio do acesso gratuito aos medicamentos, provenientes de doações da comunidade e instituições da sociedade civil. A ideia é que o “Programa Solidare – Farmácia Solidária” funcione como um serviço complementar às farmácias básicas dos municípios.

O parlamentar explica que a iniciativa consiste em receber doação de medicamentos não utilizados, oriundos da população, clínicas e profissionais da saúde, empresas do segmento farmacêutico e sua subsequente dispensação gratuita à população, sob responsabilidade técnica de um farmacêutico, após rigoroso controle de sua integridade.

“Além de contribuir no tratamento de saúde do indivíduo, o programa possibilita a reflexão e conscientização de toda a sociedade sobre o uso consciente e responsável de remédios; evita a automedicação e intoxicações; evita o desperdício de medicamentos e o descarte incorreto dessas composições medicamentosas e seus resíduos químicos, que iriam impactar drasticamente o meio
ambiente; e ainda, proporciona economia aos cofres públicos do estado e dos municípios”, justificou Antonio Vaz.

Segundo ele, a proposta foi originalmente idealizada pela deputada estadual Fran Somensi (Republicanos-RS), que implantou o programa no município de Farroupilha (RS). Na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, o projeto de lei foi aprovado por unanimidade do no dia 10 de julho e aguarda sanção do governador para se tornar lei no estado.

Texto Márcia Caetano / Ascom – deputado estadual Antonio Vaz
Edição: Agência Republicana de Comunicação (Arco)
Foto: Luciana Nassar

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal Republicanos? É muito simples. A Agência Republicana de Comunicação (Arco) disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@republicanos10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro