Projeto cria campanha de conscientização sobre depressão infantil em Florianópolis

Iniciativa é do vereador Claudinei Marques (PRB). Projeto foi aprovado na segunda-feira (27) pela Câmara Municipal

Publicado em 28/05/2019 - 00:00

Projeto cria campanha de conscientização sobre depressão infantil em Florianópolis
Iniciativa é do vereador Claudinei Marques (PRB). Projeto foi aprovado na segunda-feira (27) pela Câmara Municipal

Florianópolis (SC) – A Câmara Municipal de Florianópolis aprovou, nesta segunda-feira (27), o Projeto de Lei 17385/2017, de autoria do vereador Claudinei Marques (PRB), que institui a Campanha Permanente de Conscientização da Depressão Infantil e da Violência Autoprovocada na Adolescência.

O republicano alertou que a juventude está mais vulnerável a problemas de ordem social, mental e psicológica. Para ele, problemas como depressão, automutilação em resposta a estímulos negativos recebidos, seja em casa ou no âmbito escolar,- têm causado danos quase que irreparáveis. “Vivemos com uma juventude que acredita saber de tudo, e tem fome de aprender cada vez mais. O projeto visa aproximar alunos e professores, pais e filhos, para conversarem mais, tratar mais da união familiar, onde o município fará sua parte como intermediador e conciliador. Queremos um futuro com cidadãos, que terão a conscientização do valor de uma conversa entre si, e da vida”, declarou o vereador do PRB.

Nos próximos 20 anos, a depressão deverá tornar-se a doença mais comum do mundo, atingindo mais pessoas do que o câncer e os problemas cardíacos, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Atualmente, cerca de 10% da população mundial sofre de depressão. Nos últimos dez anos, de acordo com a OMS, o número de diagnósticos em crianças entre 6 e 12 anos passou de 4,5 para 8%, o que representa um problema ascendente.

“As causas para a depressão infantil podem ser as mais diversas. Há fatores biológicos, como vulnerabilidade genética, complicações durante a gestação ou parto, além de temperamento; fatores ambientais, como o funcionamento familiar, a interação entre mãe e criança ou eventos adversos de vida, e fatores sociais, como a pobreza, e o acesso a serviços de saúde”, frisou Claudinei Marques.

Texto e foto: Ascom – vereador Claudinei Marques

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro