Prefeitura lança programa “UBS+” para fortalecer rede de atenção básica em saúde

“Queremos reforçar o vínculo dos nossos profissionais com as pessoas, garantindo uma assistência de qualidade para a população”, afirmou o prefeito Daniel Guerra (PRB)

Publicado em 13/11/2017 - 00:00

Prefeitura lança programa “UBS+” para fortalecer rede de atenção básica em saúde
Segundo o prefeito Daniel Guerra (PRB), a proposta é focar os atendimentos de saúde nas necessidades e características de cada região de Caxias do Sul

Caxias do Sul (RS) – Um levantamento feito pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) apontou deficit de dezenas de profissionais nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município. Há vagas a serem preenchidas para 43 médicos, 42 profissionais de enfermagem, 14 odontólogos e oito assistentes sociais. Necessidades que precisam ser solucionadas para implantar o projeto Territórios da Saúde.

Para isso, o prefeito Daniel Guerra (PRB) lançou na última sexta-feira (10), o programa “UBS+”. A proposta é focar os atendimentos de saúde nas necessidades e características de cada região de Caxias do Sul. Se uma área possui uma população maior de crianças, por exemplo, o serviço pediátrico será reforçado. O diagnóstico do que cada região precisa será feito por meio do levantamento dos registros de atendimentos das UBS’s.

Para consolidar a atenção básica, os 265 profissionais do Pronto Atendimento 24 horas serão realocados para reforçar as equipes das 48 Unidades Básicas de Saúde do Município. O atendimento será multidisciplinar com médicos, odontólogos, psicólogos, enfermeiros e terapeutas ocupacionais, e com a coleta de exames no local. “Queremos humanizar as relações, onde se possa estabelecer um vínculo com as equipes. Teremos todo o acompanhamento do histórico do paciente, dando alguns encaminhamentos dentro da própria UBS. Com a rede básica fortalecida, é possível solucionar de 80% a 90% dos males de saúde da população”, reforça a secretária municipal da Saúde, Deysi Piovesan.

Hoje, cerca de 70% dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) procuram, de maneira equivocada, os atendimentos de urgência e emergência prestados pelo Pronto Atendimento 24 horas, pela Unidade de Pronto Atendimento da Zona Norte (UPA) e pelos hospitais Pompéia e Geral. São casos de baixa complexidade que podem ser resolvidos nas UBS’s, desde que as equipes de trabalho estejam completas para dar conta da demanda.

A nova estrutura de trabalho contará com uma UBS Referência que trabalhará como um núcleo para as UBS’s Satélites. Na Referência, serão oferecidos os serviços que o território mais demanda, como por exemplo, nutricionistas, psicólogos e Núcleos de Atenção à Família. Já as Satélites passarão a contar com mais profissionais da área médica e de enfermagem, que farão os encaminhamentos para a Referência.

Ao todo serão implantados 11 Territórios de Saúde: 10 na área urbana e um na área rural. O projeto-piloto será executado na região Esplanada, que será uma UBS Referência. Lá, as UBS’s Satélite serão São Caetano, Alvorada e Salgado Filho.

“Nosso compromisso sempre foi o de fortalecer o atendimento de saúde baseado na comunidade, o que significa assistir os cidadãos o mais próximo possível dos locais em que eles vivem. Queremos reforçar o vínculo dos nossos profissionais com as pessoas, garantindo uma assistência de qualidade para a população. Esse é mais um compromisso desse governo entregue aos caxienses”, destaca o prefeito Daniel Guerra.

Pronto Atendimento 24 horas

O Pronto Atendimento 24 horas possui, atualmente, 103 médicos, 117 profissionais da área de enfermagem, seis odontólogos, três farmacêuticos, um nutricionista, dois assistentes sociais e 33 servidores com funções administrativas. Todos os 265 funcionários serão realocados para as Unidades Básicas de Saúde. “Ao levar a equipe do PA 24h para as UBS’s, estaremos alocando recursos onde acreditamos ser o local privilegiado para se fazer saúde, que é o território onde vivem as pessoas”, reforça a secretária.

Com isso, o PA passará por uma reorganização. O serviço de atendimento de urgência e emergência será prestado por uma organização social (pessoa jurídica sem fins lucrativos) que firmará um contrato de gestão com o Município. No entanto, serviços como Hemocentro, Samu e Central de Exames não entram no edital e seguem sob a responsabilidade da prefeitura. O chamamento público das empresas interessadas foi realizado em setembro, sendo que seis foram qualificadas por apresentarem a documentação correta. Na próxima semana será lançado o edital para seleção.

O termo de referência foi elaborado de acordo com as necessidades do PA. O contrato prevê ainda investimentos em melhorias, como a pintura do local. A previsão é que a nova empresa inicie o trabalho em março de 2018. Nesse período, será iniciado o processo de realocação dos servidores para as UBS’s. Naquelas em que ainda faltarem profissionais, o Município fará novas nomeações para completar as equipes.

Texto: Ascom – Prefeitura de Caxias do Sul
Foto: Daniel Bianchi

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro