Praczyk comemora centro de repressão a crimes cibernéticos da PF

Estrutura foi usada durante a realização da Rio+20

Publicado em 07/08/2012 - 00:00

Praczyk comemora centro de repressão a crimes cibernéticos da PF
Estrutura foi usada durante a realização da Rio+20

Curitiba (PR) – O deputado estadual, Edson Praczyk (PRB-PR), comemorou a instalação, por parte da Polícia Federal, do centro de Monitoramento do Serviço de Repressão a Crimes Cibernéticos em Brasília.

Já há algum tempo, Praczyk vem reivindicando uma série de melhorias nos órgãos de combate a este tipo de crime, pois as dificuldades encontradas estão em todo o país, inclusive em Curitiba, que possui a primeira delegacia especializada em crimes cibernéticos no Brasil, mas apesar do pioneirismo e do trabalho exemplar realizado, inclusive servindo de modelo para várias outras cidades do mundo, enfrenta uma série de dificuldades, que vão desde a estrutura física até a falta de um maior número de funcionários para atender a demanda crescente a cada dia.

O deputado frisa que as 320 redes de informação do governo federal recebem uma média de 2 mil ataques cibernéticos por hora, desde pequenos até grandes ataques e os criminosos estão cada vez utilizando ferramentas mais modernas para invadir sites em todo o país. Esses crimes, conforme o parlamentar pode constatar em visita ao NUCIBER em Curitiba, são os mais variados possíveis, com destaque para crimes de pedofilia que crescem a cada dia, e por isso, a necessidade de se criar mecanismos em nível municipal, estadual e federal para combater essa prática.

Este centro, agora inaugurado em Brasília, já funcionou durante a realização da Rio+20, e estará em funcionamento até o final das Olimpíadas em 2016, e irá, segundo Praczyk, auxiliar em muito no combate do crime cibernético, um tipo de crime que ainda não é tipificado, pois o Código Penal está com mais de 70 anos de defasagem e uma de suas lacunas está justamente na tipificação dos crimes praticados pela internet.

O deputado lembra que, por diversas vezes, ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa para falar sobre o tema, inclusive com a presença do Dr. Demétrius Gonzaga de Oliveira, delegado do NUCIBER, além de ter feito uma série de visitas ao órgão, referência em todo o Brasil, para conhecer seu funcionamento e as várias dificuldades encontradas no combate aos crimes cibernéticos.

Texto: Assessoria de Imprensa do deputado Edson Praczyk
Foto: Sandro Nascimento

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro