Pescadores de Sinop reivindicam complexo para atender a região

Nos 33 municípios de abrangência da colônia, hoje existem cerca de 350 pescadores

Publicado em 30/07/2012 - 00:00

Pescadores de Sinop reivindicam complexo para atender a região
Nos 33 municípios de abrangência da colônia, hoje existem cerca de 350 pescadores

Sinop (MT) – Os profissionais que fazem parte da Colônia Z-16 de Pescadores de Sinop, que atende 33 municípios da região Norte de Mato Grosso, com uma produção mensal de 150 quilos (kg) de pescado, precisam de um local adequado para armazenar e comercializar a produção, além de receberem capacitação e profissionalização na área.

Após reunião com os vereadores de Sinop, a superintendente da Pesca e Aquicultura em Mato Grosso, Marlene Assunção (PRB-MT) e a presidente da colônia, Julita Duleba, pediram apoio do Poder Legislativo, para cobrar da Prefeitura a confecção do projeto do complexo.

Esse complexo funcionará como uma sede da colônia, com um centro de comercialização de pescado, um telecentro com cursos de capacitação, uma fábrica de gelo, oficina de culinária e assistência odontológica para atender os cerca de 350 pescadores da região de Sinop (em Mato Grosso são aproximadamente 12 mil).

“Precisamos do apoio da prefeitura para elaborar esse projeto, pois assim teremos uma sede e poderemos viabilizar recursos por meio do Ministério (da Pesca e Aquicultura)”, explica a presidente da colônia.

“Com um complexo, uma sede, também é possível viabilizar os financiamentos do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar) para os pescadores”, completa a representante do Ministério, Marlene Assunção, lembrando que por meio do Pronaf os pescadores podem financiar até R$ 15 mil para a compra de equipamentos, como barcos, freezers e motores.

Marlene explica, ainda, que, para serem beneficiados com o Pronaf, os pescadores preenchem os cadastros junto à Secretaria Municipal de Agricultura, que os encaminha para a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), que é quem libera as guias para a aquisição do financiamento.

“O objetivo do Ministério da Pesca é estruturar uma grande rede de atendimento direcionada aos trabalhadores da área da pesca”, afirma a representante do Governo Federal.

A Câmara fez a cobrança ao Poder Executivo por meio de indicação – que é a proposição em que o vereador sugere medidas de interesse público ao Poder Executivo ou aos seus órgãos ou autoridades do Município, no sentido de motivar determinado ato ou de efetuá-lo de determinada maneira – direcionada à Secretaria Municipal de Agricultura. “A construção desse complexo irá beneficiar não só os pescadores, como também toda população, pois, nesse local, a comunidade poderá adquirir peixe fresco a um preço mais acessível. Além disso, nesse complexo, em conjunto com a Secretaria da Diversidade Cultural, poderá ser criado o Museu da Pesca, onde poderão ser expostas todas as belezas do Rio Teles Pires, algo que pode ser explorado também de forma turística”, explica o texto da indicação.

Fonte e foto: Câmara Sinop

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro