Republicanos criticam ministro da Educação em comissão geral na Câmara

Republicanos criticam ministro da Educação em comissão geral na Câmara

Deputados do PRB criticaram o contingenciamento dos recursos para educação e a falha de comunicação do governo sobre o tema

Brasília (DF) – Três deputados republicanos se pronunciaram na comissão geral com o ministro da Educação, Abraham Weintraub, na tarde desta quarta-feira (15), no Plenário Ulysses Guimarães. A deputada federal Aline Gurgel (PRB-AP), e os deputados federais Luizão Goulart (PRB-PR) e Silvio Costa Filho (PRB-PE) criticaram o contingenciamento dos recursos para educação e a falha de comunicação do governo sobre o tema. A sessão foi conduzida pelo primeiro vice-presidente da Câmara, deputado federal Marcos Pereira (PRB-SP).

Republicanos criticam ministro da Educação em comissão geral na Câmara“A única coisa que todos nós do PRB estamos exigindo do governo Bolsonaro é respeito ao Parlamento brasileiro. Ouvi muitas críticas e agressões aqui, mas até agora não vi nenhuma sugestão. Pois quero apresentar uma. O governo receberá ainda no segundo semestre desse ano um aporte extra da ordem de R$ 90 bilhões do bônus do pré-sal. Minha proposta ao presidente Bolsonaro e ao ministro Paulo Guedes é que tire R$ 2 bilhões desse recurso e deixe reservado para resolver o problema do contingenciamento da educação”, disparou Silvio Costa Filho.

Na avaliação do parlamentar pernambucano, o governo não está sabendo se comunicar sobre o assunto. “Nizan Guanaes, o baiano, dizia que o importante não é que se diz. É o que as pessoas entendem. E o que está nas ruas é que o governo cortou e não vai ter mais alternativa. Nós precisamos que o senhor apresente de forma objetiva, transparente e efetiva uma posição mais clara de como vamos resolver esse problema. Não vamos entrar nesse diálogo contraproducente, ideológico, partidário, porque o povo brasileiro está enjoando disso. O Congresso Nacional tem que se reencontrar com a sociedade”, sugeriu Silvio Costa Filho.

Republicanos criticam ministro da Educação em comissão geral na CâmaraO deputado paranaense Luizão Goulart também criticou o corte generalizado na área da educação e questionou como o ministro pretende fazer os cortes. “Fui gestor de um município por oito anos e terminei a minha administração sendo considerada a mais bem avaliada do Brasil. Uma gestão eficiente requer planejamento, equilíbrio e diálogo. Como serão feitos os cortes? De uma forma autocrática ou chamando os representantes dos municípios e os reitores das universidades para conversar?”, disse.

A deputada Aline Gurgel também pediu esclarecimento sobre o corte de recursos. “Se a razão é a produção acadêmica e a balbúrdia, por que prejudicar aqueles que vêm desempenhando um trabalho sério, sr. ministro? Estou representando a bancada do PRB e os milhares de estudantes, pais e professores que ocuparam as ruas do Brasil no dia de hoje. Entenda a angústia de todos nós parlamentares diante da indefinição das informações”, afirmou a republicana.

Gurgel também criticou o fato de o contingenciamento ser condicionado à aprovação da reforma da Previdência. “Isso decorreu de um cálculo do seu Ministério, de um estudo, ou isso se traduz em uma trágica pressão sobre este Parlamento para a aprovação da proposta? Se a PEC da Previdência não for aprovada neste semestre, como as universidades darão continuidade às suas atividades? Cito, por exemplo, as pesquisas para o desenvolvimento da vacina contra o zika vírus”, concluiu a deputada.

Durante a discussão, o ministro reafirmou que a medida anunciada pelo governo não é um corte, apenas um contingenciamento. Às críticas que recebeu da oposição, ele disse: “Eu também gostaria de dizer que fui bancário, de carteira assinada, a azulzinha. Trabalhei muito! Pagava imposto sindical, para valer”. O deputado Marcos Pereira respondeu ao ministro que também teve carteira assinada e que sabe “o que é uma carteira assinada”.

Por fim, Pereira agradeceu a presença do ministro e acrescentou a relevância do Congresso na manutenção da democracia: “O Parlamento tem um papel fundamental no equilíbrio, é independente e mostra isso nesta data. Os poderes têm que ser harmônicos, como diz a nossa Constituição”.

Texto: Mônica Donato / Ascom – Liderança do PRB na Câmara
Foto: Douglas Gomes

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O Republicanos está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@republicanos10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Rosangela Gomes (Republicanos-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Republicanos

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal Republicanos?

pautas@republicanos10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.