Republicano defende maior punição para quem importar resíduos

Republicano defende maior punição para quem importar resíduos

Deputado Vavá Martins (Republicanos-PA) apresentou parecer favorável ao projeto que altera a Política Nacional do Meio Ambiente, proibindo a importação de bens usados

Brasília (DF) – O deputado federal Vavá Martins (Republicanos-PA) apresentou parecer favorável ao Projeto de Lei nº 432/2015, que altera a Política Nacional do Meio Ambiente (Lei 6.938/ 1981), proibindo a importação de bens usados. O texto com substitutivo foi apresentado na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara.

O republicano destacou que os resíduos se tornaram um gigantesco desafio para as administrações públicas. Para ele, a utilização de grandes espaços para armazenagem dos resíduos das grandes cidades é cada vez mais restrita e o risco de contaminação do solo e dos lençóis freáticos tem sido frequente, colocando em risco a saúde pública e o meio ambiente.

Ele citou como exemplo o município de Belém, que enfrenta sérios problemas em relação ao assunto. “Belém, infelizmente, tem sido um retrato caótico da falta de ingerência com relação aos resíduos. Um lixão a céu aberto domina a região e tem causado transtornos graves aos moradores dos arredores, sem contar que é enterrado dinheiro, afinal com essa problemática, a coleta seletiva tem sido comprometida diariamente. Então, como querer importar se o Brasil não consegue nem gerenciar o que é seu de fato? É um absurdo”, afirmou o republicano.

De acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais – Abrelpe, foram gerados em 2017 no país 78,4 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos, um aumento de cerca de 1% em relação a 2016. Dos resíduos gerados, 71,6 milhões de toneladas foram coletadas, ou seja, 6,9 milhões de toneladas tiveram destino impróprio. Um perigo ainda maior e recorrente nas grandes capitais e interiores do Brasil, dos resíduos coletados, onde 42,3 milhões de toneladas foram dispostas em aterros sanitários (59,1% dos resíduos coletado). As 29 milhões de toneladas restantes (40,9% dos resíduos coletados) foram despejados em lixões ou aterros controlados.

Vavá Martins completa: “O Brasil não dispõe dos meios necessários para dispor adequadamente nem mesmo os resíduos gerados internamente. O ato de importar resíduos e rejeitos, nessas condições, é sinônimo de dano ao meio ambiente e à saúde pública, devendo ser, portanto, severamente penalizado”.

Texto: Natália Matos / Ascom – deputado federal Vavá Martins
Edição: Laíze Andrade / Ascom – Liderança do Republicanos
Foto: Douglas Gomes

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal Republicanos? É muito simples. A Agência Republicana de Comunicação (Arco) disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O Republicanos está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@republicanos10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Rosangela Gomes (Republicanos-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Republicanos

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal Republicanos?

pautas@republicanos10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.