Crise migratória: Mecias de Jesus cobra atuação do governo federal

Crime migratória: Mecias de Jesus cobra atuação do governo federal

Crise migratória em Roraima teve início em 2009. Mecias de Jesus questiona governo federal por prioprizar apenas Operação Acolhida

Brasília (DF) – O Estado de Roraima, segundo estimativas, recebeu aproximadamente 100 mil venezuelanos, que cruzaram a fronteira em busca de refúgio. Com a falta de condições para suprir as demandas do aumento do fluxo de venezuelanos, Roraima vive desde fevereiro de 2019, sob um decreto de calamidade pública do sistema de saúde. Apesar de o decreto facilitar o estado a obter medicamentos e suprimentos de emergência, a população roraimense tem vivenciado dias difíceis de extremo caos nos hospitais, de desenfreado aumento nos níveis de violência, do abandono na educação e da desassistência do governo federal.

O senador Mecias de Jesus (PRB-RR) tem questionado o governo federal pela facilidade em liberar recursos para manter a Operação Acolhida. Em menos de dois anos, foram quase R$ 500 milhões para o Ministério da Defesa manter a assistência emergencial e a acolhimento humanitário aos venezuelanos. “E quem vai cuidar do povo de Roraima? Os roraimenses não conseguem atendimento nos hospitais, as pessoas estão morrendo nas filas, as crianças não têm educação digna, não têm merenda. O presidente Jair Bolsonaro precisa olhar e ajudar o seu próprio povo”, enfatizou sobre a crise imigratória.

De acordo com Mecias, o governo federal não pode se limitar a financiar apenas a Operação Acolhida. O município de Pacaraima, a principal porta de entrada da fronteira Brasil-Venezuela, está colapsado socialmente. “Roraima não tem estrutura para lidar com a crise imigratória venezuelana. A nossa população está pagando caro pelo que aconteceu no país vizinho. Roraima precisa de recursos para o governo estadual e para a Prefeitura de Pacaraima minimizar esses impactos. Nosso estado merece respeito, não podemos continuar mergulhados nessa tragédia social”, disse o senador.

Para Mecias de Jesus, o governo federal se limita a financiar (atender) a Operação Acolhida, sendo que outras áreas, como educação, saúde e segurança pública ficam sobrecarregadas.

Texto: Ascom – senador Mecias de Jesus
Foto: Cedida

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Rosangela Gomes (PRB-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.