Comissão presidida por João Roma debate marco legal das startups

Comissão presidida por João Roma debate marco legal das startups

Proposta em análise na Câmara prevê regime tributário simplificado e linhas de crédito específicas para as empresas inovadoras

Brasília (DF) – A comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa o chamado marco legal das startups (Projeto de Lei Complementar 146/19) realizou, nesta quarta-feira (4), pública para debater a regulação da proposta. Na pauta do encontro foi discutido medidas para facilitar investimentos e medidas regulatórias para incentivar e dar segurança jurídica a investidores em modelos disruptivos de negócios.

Presidido pelo deputado federal João Roma (Republicanos-BA), o colegiado foi instalado em dezembro passado e tem intensificado as discussões para que o relatório seja votado ainda no primeiro semestre deste ano. Para Roma, as audiências públicas são fundamentais para que contribuições à matéria sejam colhidas.

“É preciso flexibilizar a legislação de licitação para que esta abrace as Startups de forma que seja possível fomentar a criação dessas empresas, importante ecossistema que vai proporcionar inovação, desenvolvimento econômico e geração de empregos, fazendo o nosso país avançar e crescer”, afirmou Roma.

A audiência contou com a participação de Fabiana Kalil Fagundes Cardoso, representante da Endevour Brasil; Renata Zanuto, representante do Cubo Itaú; além de representante da Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital. O tema da primeira audiência será “Facilitação de investimentos em startups: medidas regulatórias para incentivar e dar segurança jurídica a investidores em modelos disruptivos de negócios”.

Na segunda audiência, marcada para quinta-feira (5), serão ouvidos o sócio da NBF Advogados, Tomas Neiva; o coordenador do Comitê de Regulamentação da Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital (ABVCAP), Luiz Eugenio Figueiredo; a pesquisadora do Observatório da Inovação e Competitividade da Universidade de São Paulo (IEA/USP), Gabriela Capobianco Palhares; além de representante da Comissão de Valores mobiliários (CVM).

“Por meio destes debates, nós poderemos enxergar com maior clareza de que forma os investimentos podem chegar às startups com a segurança jurídica necessária. A partir disso, conseguiremos ouvir as necessidades dessas empresas maiores para chegar a um produto final que esteja dentro da realidade da nossa legislação”, explicou João Roma.

Texto e foto: Ascom – deputado federal João Roma
Edição: Agência Republicana de Comunicação (Arco)

 

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O Republicanos está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@republicanos10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Rosangela Gomes (Republicanos-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Republicanos

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal Republicanos?

pautas@republicanos10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.