“A proteção de dados é uma questão de segurança pessoal”, diz Celso Russomanno

"A proteção de dados é uma questão de segurança pessoal", diz Celso Russomanno

Republicano participou de duas audiências públicas para discutir a Medida Provisória que dispõe sobre a proteção de dados pessoais e cria a Autoridade Nacional de Proteção de Dados

Brasília (DF) – O deputado federal Celso Russomanno (PRB-SP), vice-líder do governo no Congresso Nacional, participou na última semana de duas audiências públicas interativas, nos dias 9 e 10 de abril, para discutir a Medida Provisória MP 869/18, que dispõe sobre a proteção de dados pessoais e cria a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD). O órgão da administração pública será responsável por zelar, implementar e fiscalizar o cumprimento da Lei, além de determinar os mecanismos mínimos de segurança para cada tipo de dado, de acordo com sua complexidade ou seu grau de sigilo.

Na avaliação do republicano, o tema é de extrema relevância. “Nós estamos sujeitos a tudo, quando se fala de dados, de tal maneira que os birôs (serviços de informações de crédito ou basicamente empresas de dados) podem ter mais informações a nosso respeito do que nós mesmos. Informações que vão desde a nossa saúde, como exames aos quais fomos submetidos, e, se houverem doenças congênitas na família e estas informações forem mal utilizadas, seremos impedidos de comprar um plano de saúde, por exemplo”, ressaltou.

O deputado do PRB o explicou que a ideia da lei de proteção de dados nasceu durante o processo de construção do novo Cadastro Positivo, Lei Complementar 166/2019, sancionada no dia 8 de abril, pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro. Na ocasião, Celso Russomanno desenvolveu um trabalho ao lado do deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), juntamente com as entidades de defesa do consumidor, onde foram ouvidos todos os segmentos da sociedade. “Quando fizemos a Lei de Proteção de Dados, da qual participei ativamente, criamos limitações para o cruzamento de dados e para os birôs e, somente desta forma, o projeto do Cadastro Positivo foi aprovado”, disse.

De acordo com a Medida Provisória, na hipótese de tratamento de dados realizados em descumprimento à legislação, a ANDP poderá aplicar sanções mediante processo administrativo. Celso ainda frisou que o vazamento de informações é tão grave que pode colocar em risco a segurança das pessoas. “É uma questão de segurança pessoal porque posso saber tudo sobre uma pessoa e utilizar isso para sequestrá-la tomar seu dinheiro ou ameaçá-la”, destacou.

O parlamentar finalizou explicando que não existe no mundo nenhum sistema 100% seguro, mas que as empresas que vão lidar com dados devem ter o mínimo de segurança. “Se isto não for exigido e a Autoridade não tiver competência para autuar, continuaremos vulneráveis. Vou sugerir a autonomia da ANPD ao governo, mas temos que ter no texto da legislação, penas duras, pois esta vulnerabilidade só tende a aumentar nos próximos anos”, concluiu.

A Medida Provisória segue em análise no Congresso Nacional.

Texto: Patricia Oliveira / Ascom – deputado federal Celso Russomanno
Edição: Mônica Donato / Ascom – Liderança do PRB
Foto: Douglas Gomes

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O Republicanos está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@republicanos10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Rosangela Gomes (Republicanos-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Republicanos

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal Republicanos?

pautas@republicanos10.org.br

Pin It on Pinterest

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.