Ossesio Silva discute política estadual para cuidador com laços afetivos em PE

“São pessoas que merecem todo o nosso apoio, porque dedicam suas vidas para cuidar de outras vidas, e essa missão é divina”, disse o republicano

Publicado em 25/08/2017 - 00:00

Ossesio Silva discute política estadual para cuidador com laços afetivos em PE
Ossesio Silva é membro da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos, da Assembleia Legislativa de Pernambuco

Recife (PE) – O deputado estadual Ossesio Silva (PRB-PE) participou de uma audiência pública na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), na última quarta-feira (23), com o objetivo de discutir a valorização do cuidador com laços afetivos. Realizada no auditório Senador Sérgio Guerra, pela Comissão de Cidadania e Direitos Humanos, a audiência teve como tema principal a instituição de uma política estadual de proteção, valorização e habilitação do cuidador com laços afetivos. O evento foi motivado também pela Semana Estadual da Pessoa com Deficiência.

A ideia é possibilitar aos cuidadores a conquista de direitos como habilitação para as atividades que desempenham e incentivos para escolarização e profissionalização. A proposta estabelece, ainda, prioridade em serviços que demandem tempo de espera. Um outro ponto destacado no projeto é a necessidade de os cuidadores receberem assistência nas áreas de psicologia, fisioterapia, odontologia e terapias alternativas. “São pessoas que merecem todo o nosso apoio, porque dedicam suas vidas para cuidar de outras vidas, e essa missão é divina. Então é necessário, sem dúvida, que esse projeto tenha o apoio unânime desta casa e também do governo do estado para que possamos viabilizar políticas públicas que supram a necessidade e valorize os cuidadores com laços afetivos e assim que possamos servir de exemplo para outros estados”, disse o republicano, que é membro da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos.

Membros da Aliança de Mães e Famílias Raras (Amar) e da Associação de Amigos e Portadores de Doenças Neuromusculares (Donem), estiveram presente na audiência e relataram suas dificuldades na hora de cuidar de seus filhos e membros da família. “Hoje minha vida se resume a cuidar do meu filho. Faço isso com muito gosto, apesar da dificuldade, mas preciso de acompanhamento psicológico” contou Verônica Maria dos Santos, mãe de João Guilherme, de 1 ano e 9 meses, que tem microcefalia congênita associada à infecção pelo vírus da zika.

Texto: Ascom PRB Pernambuco, com informações da Alepe e da Ascom – deputado estadual Ossesio Silva
Edição: Agência PRB Nacional
Foto: Jacqueline Calazans

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro