As reformas são necessárias

Nesta semana, o Senado Federal aprovou, em segundo turno, a reforma da Previdência (PEC 6/2019). Com a aprovação do texto, o governo federal estima uma economia de cerca de R$ 800 bilhões em 10 anos. A principal medida da reforma é a definição de uma idade mínima para a aposentadoria, que agora será de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres; outras mudanças foram aprovadas, como o aumento da alíquota de contribuição para quem recebe acima do teto do INSS. O tempo mínimo de contribuição também foi fixado com a nova regra, será de 15 anos para mulheres e 20 anos para homens.

O texto-base foi aprovado na última terça-feira, 22/10, mas o Senado concluiu a votação da proposta um dia depois, na quarta-feira (23); foi retirado o trecho que proibia a concessão do enquadramento por periculosidade, essa foi uma boa correção, pois o texto original poderia dificultar a concessão de aposentadoria especial para trabalhadores em atividades perigosas com exposição a agentes químicos, físicos e biológicos nocivos ou prejudiciais à saúde.

O Congresso Nacional agora irá analisar uma segunda proposta, a PEC 133/2019, mais conhecida como PEC Paralela, a propositura é fundamental, pois contém alterações e acréscimos ao texto principal, como a inclusão dos estados e municípios nas novas regras previdenciárias, dando a diretriz de como será a reforma também no Estado de São Paulo. Em 11/09, estive em Brasília – DF, no Senado Federal, para defender o tema; na ocasião representei a Alesp em uma reunião com os presidentes das Assembleias Legislativas do Brasil para tratar, entre outras questões, de pontos da reforma no âmbito dos estados e municípios. O encontro reuniu presidentes de 20 Assembleias Legislativas e o presidente do Senado, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP). A PEC Paralela tem sido muito esperada por prefeitos e governadores, pois ajudará a equilibrar as contas de estados e municípios; segundo o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), relator da Reforma da Previdência, a PEC poderá significar uma economia de R$ 350 bilhões aos caixas de estados e municípios em dez anos.

Sei que a reforma não foi muito bem recebida por uma parcela considerável da população, mas ela trata de mudanças necessárias para que o governo equilibre as contas públicas do país. Parabenizo ao Legislativo federal pelo empenho em discutir e aprovar uma matéria tão difícil e impopular, mas muito almejada pelos governantes, afinal, os cinco presidentes anteriores demonstraram interesse em aprovar textos semelhantes. Durante o processo de discussão da propositura na Câmara dos Deputados, o Republicanos também foi muito presente, pois sempre acreditou que as reformas eram necessárias para que o Brasil voltasse a crescer.

Mesmo que esse tenha sido um grande passo para o desenvolvimento do nosso país, não podemos esquecer que o caminho da retomada do crescimento é longo e passará por outras reformas, como a Tributária, a Administrativa e a do Pacto Federativo. A primeira já está em tramitação, a segunda ainda será apresentada pelo governo, já a reforma do pacto federativo deverá ser apresentada pelo governo na próxima semana e irá propor uma revisão no pacto federativo atual, estabelecido pela Constituição de 1988, a ideia é melhorar a situação fiscal de estados e municípios que estão enfrentando graves crises financeiras. Devemos ficar atentos aos próximos passos que serão dados na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, eles serão fundamentais para o futuro do Brasil.

Gilmaci Santos é deputado estadual pelo Republicanos de São Paulo e 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal Republicanos? É muito simples. A Agência Republicana de Comunicação (Arco) disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@republicanos10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

VER TODOS OS ARTIGOS
REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O Republicanos está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@republicanos10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Rosangela Gomes (Republicanos-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Republicanos

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal Republicanos?

pautas@republicanos10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.