Nunes Coelho pede abertura de CPI para investigar a Universidade de Taubaté

Universidade de Taubaté (Unitau) ameaça cortar cesta básica, vale transporte e alterar o plano médico dos funcionários por desequilíbrio nas finanças

Publicado em 18/08/2017 - 00:00

Universidade de Taubaté (Unitau) ameaça cortar cesta básica, vale transporte e alterar o plano médico dos funcionários por desequilíbrio nas finanças

Taubaté (SP) – O vereador Nunes Coelho (PRB) protocolou requerimento pedindo a abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), para investigar a Universidade de Taubaté (Unitau), que ameaça cortar cesta básica, vale transporte e alterar o plano médico dos funcionários.

A Unitau é uma autarquia municipal, criada em 1974 pela Lei Municipal nº 1.498 do mesmo ano, e toda a parte orçamentária da instituição passa pelo crivo da Câmara Municipal. “Não é de hoje que observamos um crescente desequilíbrio nas finanças da universidade”, comentou Nunes Coelho.

De acordo com a atual administração, a inadimplência é a maior causa da queda de arrecadação, acentuada pela crise financeira. A universidade, em declaração a um jornal local, deixou de receber no último ano R$ 60 milhões, entre falta de pagamento de mensalidades e repasse de R$ 14 milhões do governo federal, referentes ao Financiamento Estudantil (Fies).

“É preciso a tomada de medidas urgentes, mas por que prejudicar os funcionários que mais precisam dos benefícios, que ganham menos? Vamos investigar e saber por que não rever contratos de aluguel, cargos comissionados e outros”, afirmou o parlamentar republicano.

Texto e foto: Ascom – vereador Nunes Coelho

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: [email protected]. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro
Send this to a friend