Autismo é tema de audiência na Câmara de Volta Redonda (RJ)

Autismo é tema de audiência na Câmara de Volta Redonda (RJ)

Com o tema “Os direitos da pessoa com Transtorno do Espectro Autista”, o evento contou com a presença de autoridades, familiares e grupos ligados ao autismo 

Volta Redonda (RJ) – Por iniciativa do vereador Washington Uchôa (Republicanos), a Câmara Municipal promoveu audiência pública, na quarta-feira (4), sobre o autismo. Com o tema “Os direitos da pessoa com Transtorno do Espectro Autista”, o evento contou com a presença de autoridades, familiares e grupos ligados ao autismo para abordarem o assunto.

O debate foi conduzido pelo republicano, que ressaltou a importância a importância do envolvimento das pessoas na busca por soluções e novos projetos para melhorar a qualidade de vida dos autistas e familiares de Volta Redonda. “Fiz questão de colocar no telão a frase ‘amar ao próximo’, pois é disso que o ser humano anda precisando, amor e empatia. Olhar o outro com carinho e tentar se colocar no lugar das outras pessoas. Espero que desta audiência saiam boas ideias”, disse o vereador que programou um modelo diferente de audiência pública, onde o público usou o microfone para fazer as perguntas antes mesmo de os componentes da mesa usarem a palavra. “Essa noite é para que a população esclareça suas dúvidas, e não há momento melhor para isso”, salientou.

Autismo é tema de audiência na Câmara de Volta RedondaO secretário municipal de Saúde, Alfredo Peixoto, anunciou que irá incluir o símbolo autista nas placas de atendimento prioritário nas secretarias e autarquias da Prefeitura de Volta Redonda. “Vamos servir de exemplo para a sociedade e fazer valer a lei. Vamos fazer uma campanha para que toda a cidade inclua o símbolo autista nas placas de atendimento prioritário”, disse.

Segundo Alfredo, sua vontade é que ainda neste governo consiga criar um centro especializado de referência para atendimento aos autistas. “Não é uma promessa e sim uma vontade muito grande”, disse, emocionado.

Entre os principais questionamentos da população estavam os assuntos referentes à saúde e educação. Uma das mães presentes aproveitou para sugerir que as secretarias se unam, criando um canal direto entre ambas para facilitar o diagnóstico do TEA.

Propostas

Cláudia Coelho de Moraes, do grupo Autismo Sul Fluminense, criado em 2018 para realizar debates abertos sobre questões referentes ao autismo e com o objetivo de oferecer apoio aos familiares e autistas, citou a importância de se implantar um Centro de Atendimento Integral para pessoas com TEA para atender crianças, adolescentes e adultos, oferecendo atendimento multidisciplinar.

“É importante ainda termos uma educação inclusiva de qualidade, com a pessoa com autismo sendo incluída nas classes comuns de ensino regular, com direito a acompanhante especializado, nos casos de comprovada necessidade. Temos leis municipais importantes também (4.833/ 4.922/4.770) que precisam ser olhadas com carinho e cumpridas”, falou.

De acordo com Elizabeth Melo, integrante da diretoria executiva da Apadem, Volta Redonda é grandiosa no atendimento ao autista. “Os pais se preparam no dia a dia, assim como os professores. É muito importante a participação das famílias nas escolas”, disse Beth, parabenizando a Saúde pelo CER III (Centro Especializado em Reabilitação), que atende cerca de seis mil pacientes por mês com deficiência física, visual ou intelectual como crianças e adolescentes com Transtorno do Espectro Autista até os 14 anos.

Usando a palavra, Dra Keyla Blank disse não falar como juíza, mas sim como mãe do Artur, de 15 anos, autista. “É preciso reconstruir, quebrar paradigmas. Mudei para Volta Redonda exatamente pela estrutura que a cidade oferece. A Escola Municipal Professora Dayse Mansur da Costa Lima e o Semeia (Sitio Escola Municipal Espaço de Integração do Autista) são excepcionais no trabalho que realizam. Já passei por muitas situações constrangedoras e já tive muitos “nãos” de escolas, inclusive, particulares. Mas, aqui em Volta Redonda encontrei o que o meu filho precisava”, contou.

Antes de encerrar a audiência, Alfredo Peixoto disse que irá se reunir com a secretária de Educação e a Smel (Secretaria Municipal de Esporte e Lazer) para tratar sobre atividades específicas para os autistas.
“Vamos lutar para fazer de tudo para ver os direitos dos autistas sendo colocados em prática. Contem comigo e com meu apoio”, finalizou o vereador, que é relator da Comissão Permanente de Defesa dos Direitos das Pessoas com Necessidades Especiais e do Idoso na Câmara Municipal.

Texto: Ascom – vereador Washington Uchôa
Fotos: Divulgação

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal Republicanos? É muito simples. A Agência Republicana de Comunicação (Arco) disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@republicanos10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O Republicanos está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@republicanos10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Rosangela Gomes (Republicanos-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Republicanos

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal Republicanos?

pautas@republicanos10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.