José Freitas propõe alertas sobre álcool e drogas em livros escolares

Projeto obriga editoras a inserir nos livros didáticos mensagens de advertência sobre os danos causados pelo consumo de álcool e drogas, em Porto Alegre

Publicado em 07/05/2017 - 00:00

Projeto obriga editoras a inserir nos livros didáticos mensagens de advertência sobre os danos causados pelo consumo de álcool e drogas, em Porto Alegre

Porto Alegre (RS) – A Câmara Municipal de Porto Alegre iniciou o debate de um projeto, de autoria do vereador José Freitas (PRB), que obriga as editoras a inserir nos livros didáticos, distribuídos às escolas públicas da rede municipal de ensino, mensagens de advertência sobre os danos causados pelo consumo de bebidas alcoólicas e de drogas. Para justificar a apresentação da matéria, Freitas lembra que “o consumo de drogas lícitas e ilícitas é um dos maiores desafios da sociedade contemporânea”.

Conforme o texto, a mensagem de advertência, que pode conter ilustrações, deverá ocupar o espaço mínimo de uma página inteira por livro. Ainda caberá à Secretaria Municipal de Educação (Smed) a elaboração do conteúdo da mensagem e encaminhá-lo às editoras. O projeto também prevê que o Executivo Municipal desenvolva programas que objetivem a inserção das mensagens de alerta ao consumo de álcool e drogas em outros materiais escolares que distribui aos alunos.

O texto também estabelece que o descumprimento da lei sujeitará as editoras multa de 130 Unidades Financeiras Municipais (UFMs), aplicada em dobro em caso de reincidência, e os valores arrecadados serão destinados aos programas municipais de combate ao alcoolismo e às drogas. As despesas decorrentes da execução da lei correrão por conta de dotação orçamentaria própria, suplementadas pelo Executivo, se necessário. Se aprovada, a regulamentação deverá ocorrer no prazo de 90 dias a contar da sua publicação no Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa).

José Freitas destaca que a informação é crucial no processo de aprendizagem, “e não seria diferente em relação às bebidas alcoólicas e às drogas, que têm sido uma constante na vida dos jovens”.

O republicano salienta que “o projeto tem como objetivo essa garantia de informação por meio de mensagens de advertência, visando a redução de danos, inseridas nos livros didáticos distribuídos nas escolas da rede municipal de ensino de Porto Alegre”. O vereador exemplifica que o projeto não é pioneiro, com matéria semelhante aprovada em Manaus e proposta protocolada, e em tramitação, em Belo Horizonte.

Texto: de Milton Gerson / Ascom – Câmara Municipal de Porto Alegre
Edição: Marco Aurélio Marocco / Ascom – Câmara Municipal de Porto Alegre
Foto: Cedida

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro