Ireuda Silva repudia ato de racismo durante partida de futebol

Para a republicana, episódios de racismo durante competições esportivas persistem por falta de impunidade

Publicado em 17/12/2017 - 00:00

Ireuda Silva repudia ato de racismo durante partida de futebol
Para Ireuda Silva, episódios de racismo durante competições esportivas persistem por falta de impunidade

Salvador (BA) – A vereadora Ireuda Silva (PRB), vice-presidente da Comissão da Reparação da Câmara Municipal de Salvador, repudiou o ato racista de um torcedor do time argentino Independente contra torcedores do Flamengo, durante partida da final da Sul-Americana na última semana. O homem gesticulou imitando um macaco contra os brasileiros presentes no Maracanã.

Para a republicana, autora do projeto que institui o Dia Municipal de Combate ao Racismo no Esporte, episódios como esse persistem por falta de impunidade. “Manifestações racistas em estádios de futebol e em outras competições esportivas nunca terão fim se não houver punições severas. Na verdade, há uma institucionalização da impunidade. Um sacripanta como esse deveria ser proibido de voltar a um estádio. Por que ele não ficou em casa? Não sabe que o Brasil é um dos países mais negros do mundo?”, ponderou a vereadora.

Ireuda Silva espera que o Flamengo, a CBF e demais instituições esportivas se manifestem contra o episódio. “2017 foi o ano em que o preconceito se alastrou pelo mundo como uma erva daninha. Parece que estamos em um grande manicômio, sem limites e pudores. É assustador pensar aonde isso vai nos levar. As distopias literárias estão cada vez mais perto de se tornarem reais”, avaliou Ireuda, que, em novembro, realizou uma audiência pública sobre racismo no esporte e suas consequências para a sociedade.

Texto e foto: Ascom – vereadora Ireuda Silva

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: [email protected]. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro
Send this to a friend