Hospital Miguel Couto inicia mutirão de cirurgias de catarata

O prefeito Marcelo Crivella (PRB) acompanhou, nesta segunda-feira (03/04), o início do mutirão de cirurgias

Publicado em 04/04/2017 - 00:00

Hospital Miguel Couto inicia mutirão de cirurgias de catarata
Prefeito ressaltou a importância da realização do mutirão de cirurgias para aumentar a capacidade do município de atender os pacientes que aguardam na fila do SISREG

Rio de Janeiro (RJ) – O prefeito Marcelo Crivella (PRB) e o secretário municipal de Saúde, Carlos Eduardo de Mattos, acompanharam, nesta segunda-feira (03/04), o início do mutirão de cirurgias de catarata no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea. Em um mês, a unidade deverá zerar a fila interna de 150 pacientes que esperam o procedimento, abrindo assim novas vagas para o Sistema de Regulação do município (SISREG), onde cerca de 8 mil pessoas com diagnóstico clínico de catarata aguardam para serem encaminhadas para o serviço especializado.

A realização do mutirão é possível graças à entrega ao hospital, no mês passado, de um novo microscópio oftalmológico, que permite dobrar a média de cirurgias mensais de catarata realizadas pela unidade: de 30 para 60. Além do Miguel Couto, no Hospital Municipal da Piedade um dos dois microscópios da unidade está sendo reparado e, ainda este mês, deverá estar novamente em funcionamento, aumentando a oferta deste procedimento na rede municipal.

“O idoso com catarata, se não fizer a operação em um ano, terá lesão na vista para sempre. A criança que nasce com catarata congênita, se não fizer a cirurgia nos seis primeiros meses, terá o globo e o nervo oculares comprometidos e ficará cega para sempre”, disse o prefeito, ressaltando a importância da realização do mutirão de cirurgias para aumentar a capacidade do município de atender os pacientes que aguardam na fila do SISREG.

marcelo-crivella-prb-mutirao-de-cirurgias-catarata-foto-mariana-ramos-03-04-17O secretário Carlos Eduardo destacou que esta é a primeira vez que o Hospital Municipal Miguel Couto faz um mutirão de cirurgias de catarata. A unidade se prepara para repetir o mutirão durante uma semana de cada um dos próximos meses, com realização de 50 operações só nesses períodos, possibilitando assim o aumento da oferta mensal de vagas ao Sistema de Regulação. “Nosso objetivo é fazer andar essa fila que fere nosso senso de dignidade, em que os pacientes esperam por um ano, dois anos por uma cirurgia que é tão simples e que ressocializa a pessoa. Nós queremos reduzir esse tempo de espera, porque sabemos que quanto mais demorado, maior é o risco de o paciente ter lesões irreversíveis”, explicou o secretário.

Além do novo microscópio oftalmológico do Miguel Couto e do conserto de um dos microscópios do Hospital da Piedade, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) conta também com outras estratégias para aumentar a oferta de cirurgias de catarata. Com o decreto assinado mês passado pelo prefeito Marcelo Crivella, que autoriza a troca da dívida de ISS das operadoras de plano de saúde por consultas, exames e procedimentos, a SMS espera conseguir a adesão das empresas, abrindo vagas para pacientes da rede pública também em unidades privadas.

Texto: Ascom – prefeitura do Rio de Janeiro
Fotos: Edvaldo Reis e Mariana Ramos

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: [email protected]. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro
Send this to a friend