Estabelecimentos deverão ter sistema acessível de chamada para atendimento ao público

Projeto de Jutay Meneses aprovado na assembleia, determina aos estabelecimentos da Paraíba, a dispor de sistema de chamada para atendimento ao público acessível às pessoas com deficiência

Publicado em 10/08/2017 - 00:00

Estabelecimentos deverão ter sistema acessível de chamada para atendimento ao público
“Nossa intenção é promover a autonomia e a inclusão social do portador de deficiência auditiva e visual em todo o estado”, explica Jutay Meneses

João Pessoa (PB) – A Assembleia Legislativa da Paraíba aprovou, na última terça-feira (8), o Projeto de Lei nº 1.211/2017, de autoria do deputado Jutay Meneses (PRB-PB), que determina aos estabelecimentos públicos e privados, no âmbito do estado, a dispor, em suas salas de espera, de sistema de chamada para atendimento ao público acessível às pessoas com deficiência. Esses sistemas seriam dotados de alertas visuais e avisos sonoros, indicando o nome do cliente, usuário ou paciente e ou o número da senha.

“Nossa intenção é promover a autonomia e a inclusão social do portador de deficiência auditiva e visual em todo o estado e, assim, garantir o respeito à dignidade da pessoa humana e o direito à acessibilidade”, destacou o deputado.

Jutay explicou que os estabelecimentos que se utilizarem de senhas impressas deverão disponibilizar também em braile. O descumprimento da lei acarreta advertência e gera multa, no caso de reincidência, de R$ 1.000,00 até R$ 15.000,00 graduada de acordo com a condição econômica do empreendedor. A multa será reatualizada anualmente pela variação do IPCA.

Texto e foto: Ascom – deputado estadual Jutay Meneses

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro