Deputado federal Cleber Verde

“Demonstraram-nos confiança, agora temos que retribuir com trabalho.”

 

Entrevista: Cleber Verde

Há três meses, o deputado Cleber Verde pediu licença de suas atribuições como parlamentar (abrindo mão inclusive de seus vencimentos) para mergulhar de cabeça na campanha em seu estado, o Maranhão. Tamanha dedicação causou espanto, até porque ele é reconhecido como um dos mais atuantes deputados no Congresso. Mas os resultados foram mais do que satisfatórios. Foram eleitos 122 vereadores e 24 prefeitos no estado, consolidando o PRB como o segundo maior partido em terras maranhenses (entre mais de 30 siglas). Quem esperava que, com tamanha resposta, Cleber Verde aproveitasse e tirasse merecidas férias, se surpreendeu novamente, desta vez com seu retorno ao Congresso, onde ele retoma com força total as negociações pela aprovação de seus projetos (a maioria voltada aos aposentados e a categorias como garimpeiros e pescadores). Ao mesmo tempo, sempre ligado no futuro, inicia o processo de preparar o Partido Republicano Brasileiro para voos ainda mais altos em 2014. Não só no Maranhão, mas em todo Brasil. “Nossa direção nacional já mostrou o que podemos fazer, pois hoje o PRB é conhecido em todo o Brasil e pode ser considerado um dos grandes vitoriosos das eleições”, afirma, sem perder o senso crítico e sem dar espaço à falsa modéstia.

1 – A que o senhor credita esse sucesso que foi o PRB no Maranhão?

Cleber Verde –Posso resumir em uma palavra que considero muito relevante: confiança. O cidadão e as lideranças políticas podem buscar filiação e apoiar qualquer sigla que acharem conveniente. Ele não pode ser coagido a estar filiado ou se filiar a qualquer associação. Então, essas pessoas poderiam estar filiadas a qualquer partido político, mas procuraram o PRB pela confiança que tiveram em nossa agremiação. Por entender o nosso compromisso e nossa seriedade na construção de um grande partido no estado. E, nesse sentido, nós tivemos a filiação de grandes companheiros e companheiras cujos projetos pessoais e de seus grupos políticos em seus municípios, além de estarem identificados com as premissas do nosso partido, atendiam às expectativas do povo do Maranhão. Realmente, o resultado é fantástico. Tivemos candidatos em 51 municípios e em 24 tivemos companheiros republicanos eleitos.  Foram ainda 122 vereadores. Isso deixou o PRB maranhense muito fortalecido porque, dentre os mais de 30 partidos políticos existentes no estado, o PRB ocupa hoje a segunda posição em número de prefeitos, atrás apenas do partido da governadora. Isso, em uma agremiação ainda recente, de apenas sete anos. Apesar disso, somos um partido que tem uma história e tem um histórico. O saudoso vice-presidente José Alencar deixou um legado a que nós, como membros do partido, temos o dever de dar continuidade. Então, posso resumir nosso crescimento na palavra “confiança” e também na seriedade e empenho com que tratamos as questões políticas realmente relevantes. Aproveito para agradecer ao presidente Marcos Pereira pela forma democrática e republicana com que tem levado as questões do partido nacionalmente.  Posso afirmar que se encontramos espaço para crescer no Maranhão foi porque nacionalmente o partido permitiu isso. Então é necessário esse agradecimento público ao presidente Marcos Pereira.

2 – Tamanho crescimento permite voos mais altos no futuro. Quais suas expectativas com relação ao partido no Maranhão?

Cleber Verde – Costumo dizer que o verdadeiro trabalho começa agora. Temos que obter visibilidade e temos que nos empenhar na realização de nossos comprometimentos com o cidadão, com quem nos apoiou. Isso feito, não tenho dúvidas de que vamos conseguir montar uma grande bancada de deputados estaduais e também eleger uma bancada federal que consiga os recursos e viabilize os projetos de que o Maranhão tanto precisa. Nós temos, entretanto, um diferencial. Hoje, o PRB pode se considerar um partido grande em todo o Brasil, não só no Maranhão. Hoje nós temos dez deputados federais, um senador, uma liderança consolidada, um ministro. O PRB tem assento no Conselho Político da presidente Dilma, porque somos reconhecidos como importante aliado do governo federal, tanto que temos o privilégio de gerir uma pasta que considero das mais relevantes para o futuro econômico e social do país, que é a da Pesca e Aquicultura, com nosso ministro Crivella. Com todo esse potencial, acredito que o parlamentar do PRB deve estar agora focado no apoio aos prefeitos, aproximando-os das políticas públicas do governo federal, mostrando que o parlamentar republicano é diferenciado, está voltado para ser um agente a favor das políticas que oferecem oportunidades de combater as desigualdades e proporcionar o crescimento de nosso país.  

3 – O senhor dá uma importância relevante ao setor pesqueiro…

Cleber Verde – Falo dessa área com especial carinho, pois tenho certeza de que ao preenchermos essa lacuna do setor produtivo, dando a real dimensão que esse segmento merece, estaremos possibilitando que a Pesca seja um ingrediente fundamental para o crescimento do PIB, para o combate às desigualdades sociais, criando oportunidades de emprego e renda, além de ajudar o mundo na produção de mais alimento, exportando nosso excedente. Nos próximos dias, inclusive, nosso ministro Crivella e a presidente Dilma estarão anunciando importantes investimentos que vão alavancar ainda mais o crescimento desse setor. Será uma oportunidade única para que prefeitos, não só nossos, mas de outros partidos, participem desse projeto. Eu, como parlamentar do Maranhão, estarei atuando de forma firme para que nosso estado seja um dos beneficiados, seja com informações ou ajudando na criação de oportunidades que façam o estado sair na frente nessa retomada do setor pesqueiro nacional.

4 – O senhor retorna agora à Câmara. Quais as prioridades de seu mandato nesses próximos dois anos?

Cleber Verde – Eu posso destacar dois projetos que nós acompanharemos de perto ainda este ano. Um deles voltado para os aposentados, que, por conta do fator previdenciário e dos índices diferenciados de reajuste, foram forçados a voltar a trabalhar e, portanto, a contribuir com o INSS. Então nossa proposta é que o governo possa devolver essas contribuições ao aposentado. Antigamente, o aposentado tinha o pecúlio, que era uma forma de restituição. Hoje acabou. Então temos um projeto de nossa autoria que permite aos aposentados que voltaram a trabalhar, que voltaram a contribuir, que tenham o direito a contraprestações sociais, o que é um dos princípios da Previdência Social. Que esses recursos voltem de alguma forma como benefícios em suas aposentadorias. Esse projeto, 3.884/2008, está na Comissão de Finanças e Tributação, e creio que tem grande possibilidade de ser aprovado. Da mesma forma, nós temos um projeto que trata de uma categoria que foi alijada nos últimos anos: a dos garimpeiros do Brasil. São trabalhadores que historicamente contribuíram para o crescimento de nosso país, muitos ainda hoje de forma manual. Uma categoria que não forma um grande contingente, ou seja, não terá um impacto realmente relevante nas finanças da Previdência, mas está esquecida por essa. Então, vejo como uma questão de Justiça garantir aos garimpeiros do Brasil o direito de se aposentarem. Observe que na Constituição Federal está prevista a equiparação dos garimpeiros com os lavradores, com os trabalhadores rurais. Eles teriam então direito de aposentadoria aos 55 anos, para a mulher, e aos 60, para o homem. Só que retiraram a palavra garimpeiro e esse segmento ficou com seu direito prejudicado. Então, apresentamos uma Proposta de Emenda Constitucional, a PEC 405/2009, que certamente está pronta para ser votada. Passou na CCJ e na Comissão Especial, e só falta ser apreciada no Plenário. Eu pessoalmente já conversei com o presidente da Câmara, Marco Maia, que se mostrou sensível à questão e disposto a colocar o projeto na ordem do dia até o final dessa sessão legislativa.  

5 – Nós falamos de seu mandato, das eleições em seu estado. Agora gostaria que o senhor analisasse o PRB nacionalmente. Como o senhor vê esse momento do partido?

Cleber Verde – Esse crescimento do partido se deu muito em decorrência da maneira como a direção nacional conduziu a legenda nesse período. Eu agradeço não só ao presidente Marcos Pereira, mas a todos os integrantes da direção nacional que permitiram essa forma democrática de discussão e adoção de medidas que possibilitaram esse crescimento. Foi ela que permitiu que cada estado ousasse e obtivesse os resultados expressivos que foram obtidos. O partido hoje é reconhecido nacionalmente. E muito pelo resultado conseguido em São Paulo, com o desempenho fantástico de Celso Russomanno, que liderou as pesquisas durante quase três meses. Quase rompemos uma polarização histórica entre siglas que já fazem parte da vida política nacional há muito tempo. Claro que fomos vencedores! Hoje, de norte a sul do país, já se conhecesse a sigla PRB, e muito disso em decorrência da campanha de Celso em São Paulo. Não há duvidas de que o partido saiu fortalecido. Foram mais de 1,3 milhão de votos em São Paulo e a veiculação permanente na mídia paulista, uma das mais fortes no Brasil, deu a visibilidade de que o partido precisava e precisa. Isso nos credencia em qualquer processo político que se avizinhe. Isso nos coloca como protagonistas. Vamos aproveitar esse movimento e consolidar essa realidade. Eu vejo o PRB crescendo em todo o Brasil. Foi assim com os prefeitos e vai ser assim com as bancadas estaduais e federais. Nosso projeto hoje é fazer uma das maiores bancadas na Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão e vir para o Congresso com pelo menos dois ou três deputados federais que possam representar o nosso estado. Estamos montando um grupo político e aqui quero pedir aos nossos companheiros que me auxiliem nessa empreitada. Eu quero sugerir, como presidente estadual do PRB, que os presidentes do partido em cada estado procurem trazer lideranças que não se elegeram ou não se candidataram para que façam parte desse processo de crescimento do PRB. Sempre, claro, respeitando as diretrizes do nosso partido e nossos alicerces ideológicos, pois queremos crescer, sim, mas não só em quantidade. Queremos trazer filiados que representem quadros de massa, mas acima de tudo quadros técnicos, que possam contribuir nessa nossa proposta, que é de discutir alternativas políticas, econômicas e sociais para o desenvolvimento de nosso país. Afinal, nós temos experiência com isso. Nós ajudamos a diminuir as diferenças sociais no Brasil por meio de políticas republicanas aliadas ao governo do PT. O PT e o PRB construíram isso, juntos, ao longo de dois mandatos do presidente Lula e agora no governo Dilma. Lembro novamente a importância que teve a figura de nosso saudoso vice-presidente José Alencar, que fez ver ao setor produtivo como era possível e necessária a aliança do capital e do trabalho em favor de uma nação. Nós não podemos perder de vista esse trabalho que foi feito no passado e que é feito hoje, como, por exemplo, por meio de nosso ministro Crivella. Essa experiência, aliada a novas lideranças que ventilem e oxigenem nosso partido, é que permitirá que o PRB atenda o povo brasileiro com o que ele espera de nós. E o que o povo quer é comprometimento, trabalho, empenho e, como eu falei no início, confiança. Enfim, temos que aproveitar esse bom momento do partido para trazer boas lideranças de forma a construirmos uma política cada vez mais representativa do que é o Brasil e que atenda de forma definitiva às expectativas do povo brasileiro. 

Por Paulo Gusmão – Liderança do PRB
Foto: Douglas Gomes

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

LEIA TODAS AS ENTREVISTAS DA SEMANA
REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Rosangela Gomes (PRB-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.