Em São Paulo, Marcos Jorge participa de congresso do setor siderúrgico

Ministro do PRB destacou as medidas que foram tomadas recentemente para evitar a sobretaxa de 25% nas exportações de aço do Brasil para os Estados Unidos

Publicado em 22/08/2018 - 00:00

Em São Paulo, Marcos Jorge participa de congresso do setor siderúrgico
Ministro Marcos Jorge destacou as medidas que foram tomadas recentemente para evitar a sobretaxa de 25% nas exportações de aço do Brasil para os Estados Unidos

São Paulo (SP) – O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge (PRB), participou, nesta terça-feira (21), da abertura do Congresso Aço Brasil, evento do setor siderúrgico nacional realizado pelo Instituto Aço Brasil (IABr), entidade representativa das empresas brasileiras produtoras de aço. Na cerimônia, houve troca de comando da presidência do Conselho Diretor da entidade, com Sérgio Leite assumindo o lugar de Alexandre de Campos Lyra.

Em sua fala, o ministro Marcos Jorge destacou as medidas que foram tomadas recentemente para evitar a sobretaxa de 25% nas exportações de aço do Brasil para os Estados Unidos. Ele relatou que se reuniu com o secretário de Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, em fevereiro, e apresentou a complementaridade do comércio bilateral desse segmento. “Conseguimos evitar a aplicação da sobretaxa para as nossas exportações. Houve, no entanto, a imposição de quotas, que limitam nossos embarques de aço para aquele mercado. Esse acordo não nos atende plenamente, porém, devemos reconhecer que o cenário atual é menos danoso do que se sinalizava inicialmente”, afirmou Marcos Jorge.

Em São Paulo, Marcos Jorge participa de congresso do setor siderúrgicoO ministro também destacou o crescimento na exportação do setor siderúrgico. Segundo dados da secretaria de Comércio Exterior do MDIC, em 2017, o Brasil exportou US$ 8 bilhões de produtos siderúrgicos. Isso representou uma alta de 43,8% em relação a 2016 e correspondeu a uma participação de 3,7% no total exportado. Em volume, foram 15,3 milhões de toneladas exportadas. Houve um crescimento de 14,2% e participação de 2,2% no volume total exportado.

Os principais destinos do aço brasileiro no ano passado foram Estados Unidos (5 milhões de toneladas), Alemanha (1,1 milhão), Argentina (1,1 milhão) e Turquia (1 milhão de toneladas).

Texto e fotos: Ascom – MDIC

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro