Deputado Ossesio Silva cobra saída para crise do Hospital Universitário Oswaldo Cruz

Déficit financeiro é de mais de R$ 10 milhões, além da falta de medicamentos e deficiências estruturais

Publicado em 19/08/2015 - 00:00

Deputado Ossesio Silva cobra saída para crise do Hospital Universitário Oswaldo Cruz
HUOC atravessa uma crise que envolve déficit financeiro de mais de R$ 10 milhões, falta de medicamentos e deficiências estruturais.

 

Recife (PE) – O deputado Ossesio Silva (PRB-PE) visitou, nesta segunda-feira (17), a nova direção do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC), que atravessa uma crise que envolve déficit financeiro de mais de R$ 10 milhões, falta de medicamentos e deficiências estruturais. A situação do HUOC veio à tona após denúncia dos próprios funcionários do hospital, que chegaram a realizar uma paralisação para chamar a atenção da sociedade para a realidade da unidade de saúde.

ossesio-silva-prb-saida-para-crise-do-hospital-universitario-oswaldo-cruz-foto-ascom-18-08-15-01O republicano esteve acompanhado por parlamentares da bancada de oposição da Assembleia Legislativa de Pernambuco. Os parlamentares foram recebidos pela nova diretora do Oswaldo Cruz, Izabel Avelar; pela diretora médica, Tereza Bacelar; e pelo assessor de planejamento da Superintendência, Itamar Lages. No cargo há cerca de 15 dias, Izabel Avelar diz que sua primeira missão é apagar incêndios. “Hoje temos focos (de incêndio) em todos os setores do hospital”, revela, numa alusão aos problemas encontrados.

Izabel Avelar reforçou que em 30 dias deve concluir um diagnóstico sobre a real situação do hospital, inclusive do déficit financeiro e das obras mais urgentes. Concluído esse levantamento, a direção da instituição assumiu o compromisso de apresentar aos parlamentares um relatório sobre as informações levantadas e um plano de ações para corrigir os problemas.

“A deficiência do Estado atinge todos os setores, mas a saúde deve ser prioridade. É necessário medidas urgentes para que a população não pague o preço da falta de planejamento do governo”, defende o deputado Ossesio.

Trabalhando no HUOC há 26 anos, a diretora Médica do hospital, Tereza Bacelar, afirma nunca ter enfrentado uma situação tão grave. “Já passamos por epidemia de cólera, H1N1, meningite, cólera de novo, mas nunca estivemos como agora”, relata. Entre as necessidades urgentes, Tereza destaca a abertura de uma unidade de recuperação pós-operatória, de uma UTI infantil no Centro de Oncologia e da unidade de radioterapia.
Fonte: Ascom Alepe

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: [email protected]. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro
Send this to a friend