Crivella apresenta equipamento doado à Comlurb

Equipamento de última geração para compostagem, avaliado em R$ 2 milhões, é capaz de processar 15 toneladas por dia de lixo verde (poda de árvore) e 20 toneladas por hora de resíduos

Publicado em 27/08/2018 - 00:00

Equipamento de última geração para compostagem, avaliado em R$ 2 milhões, é capaz de processar 15 toneladas por dia de lixo verde (poda de árvore) e 20 toneladas por hora de resíduos

Rio de Janeiro (RJ) – O prefeito Marcelo Crivella (PRB) apresentou, na sexta-feira (24), no Ecoparque do Caju, na Zona Norte, um equipamento de última geração para compostagem, avaliado em 450 mil euros (pouco mais de R$ 2 milhões, na cotação de hoje), doado para a Comlurb pela cidade alemã de Colônia. O maquinário móvel, capaz de processar 15 toneladas por dia de lixo verde (poda de árvore) e 20 toneladas por hora de resíduos, será fundamental para a companhia carioca atender às metas estabelecidas no Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, previsto no Plano Estratégico 2017-2020, que estabelece a redução de 25% do volume de material encaminhado para o Centro de Tratamento de Resíduos de Seropédica (CTR Rio).

“A produção de corte de árvores no Rio de Janeiro é de 15 toneladas por dia. Temos aqui uma máquina que pode processar 20 toneladas por hora, o que significa que vamos poder atender também a poda de árvores de municípios ao redor, da Baixada Fluminense e São Gonçalo, que queiram vir para cá para usar esses resíduos para fazer compostagem”, disse Crivella. “Essa compostagem é importante para a gente usar na nossa vegetação e nas nossas hortas, mas também para reduzir a quantidade de resíduos nos aterros sanitários, onde é caro jogar e acaba diminuindo a vida útil deles. Portanto, estamos felizes com a doação. O Rio de Janeiro passa a ser um exemplo para a área metropolitana e o Brasil”, acrescentou o prefeito.

Reduzir o volume do material encaminhado ao CTR Rio é importante para aumentar a vida útil do centro, pois a compostagem aproveita o material fracionado para transformação em adubo orgânico e valorização energética. O equipamento atua em dois formatos: fragmentação e peneiramento.

A parceria com a Alemanha foi oficializada em setembro de 2011, após a assinatura de um protocolo de intenções. O Termo de Cooperação Técnica foi assinado em outubro de 2015, entre a Comlurb e a empresa alemã AVG Ressourcen GMBH, que faz trabalho de limpeza urbana similar ao da Comlurb. Técnicos do fabricante Edge, de comum acordo com a AVG, passaram pelo Rio este mês para treinar a equipe da Comlurb que irá operar o maquinário.

“Compostagem e reciclagem são de grande importância, e o momento no mundo todo é de colaborar com o meio ambiente, através da redução da emissão de gases poluentes que agridem a natureza e provocam desequilíbrio climático, dentre outros problemas. É preciso proteger o meio ambiente e dar um fim às agressões contra ele. Essa é a ideia por trás disso tudo”, destacou Norbert Evermann, presidente da AVG.

Em relação ao maquinário doado, a Comlurb recebeu os direitos de propriedade de todo o equipamento fornecido, e se comprometeu a não revendê-lo num prazo de 15 anos após o fornecimento. A Alemanha custeou também o valor do seguro e do transporte.

Novos veículos para coleta seletiva

Na véspera, Crivella apresentou outras importantes novidades para a Comlurb: 17 veículos para o serviço de coleta seletiva de lixo, mais modernos e ágeis, que possuem mecanismos que reduzem os esforços físicos dos garis e dão mais eficiência ao serviço. São 13 caminhões coletores, com capacidade para oito metros cúbicos, e outros quatro do tipo gaiola, com carroceria basculante, de 18 metros cúbicos de capacidade, equipados com guindastes hidráulicos, para facilitar a colocação de materiais mais pesados.

Segundo o presidente da Comlurb, Tarquínio de Almeida, os novos veículos têm capacidade maior do que a frota anterior. Com eles, a Comlurb pretende ampliar a coleta seletiva aos 160 bairros do município. Hoje a coleta é feita em 113. Os veículos, compactos, permitem entrada também nas comunidades, com mais facilidade para acessar ruas estreitas.

Texto e foto: Ascom – Prefeitura do Rio de Janeiro

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro