Crimes ocorridos durante Regime Militar serão investigados

Rosangela Gomes anuncia instalação da Comissão na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro

Publicado em 23/10/2012 - 00:00

Crimes ocorridos durante Regime Militar serão investigados
Rosangela Gomes anuncia instalação da Comissão na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro

Rio de Janeiro (RJ) – A deputada estadual Rosangela Gomes (PRB-RJ) comemorou a instalação da Comissão Estadual da Verdade, com 49 votos favoráveis, na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ). O grupo, que será nomeado pelo Executivo estadual e terá duração de dois anos, deve investigar casos de violações de direitos humanos cometidos por agentes públicos fluminenses no período do Regime Militar.

“É de suma importância conseguir construir, entender e desvendar os ocorridos nesta época, pois muitos ainda sofrem com a perda de familiares e amigos, sem saber o que verdadeiramente aconteceu”, defende a republicana.

De acordo com Rosangela Gomes, a Comissão deve investigar os crimes cometidos entre 1946 e 1988, principalmente, os que ocorreram no período do Regime Militar (1964-1985). Ainda, o grupo atuará em conjunto com a Comissão Nacional da Verdade.  

Para o presidente da OAB do Rio, Wadih Damous, o Rio de Janeiro foi o estado com maior número de “casas da morte” no país. “Até agora, só se tinha detalhes da existência de uma dessas casas, em Petrópolis, na região serrana do Rio, mas há informações de que pode ter funcionado também no Jardim Botânico”, revela.

A ALERJ decidiu que está proibida a participação de membros das Forças Armadas e de órgãos de segurança do estado, como também, a de colaboradores do Regime Militar.

Edição: Jamile Reis – Comunicação Nacional do PRB
Fonte e fotos: ALERJ

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro