Tribunal aprova contas do prefeito Claudevane

Claudevane comemora redução de mortes de crianças e adolescentes em Itabuna (BA)

Redução de 55% de assassinato de jovens teve a contribuição de projetos e programas sociais, culturais e esportivos desenvolvidos pela prefeitura

Publicado em 17/07/2016 - 00:00

Claudevane comemora redução de mortes de crianças e adolescentes em Itabuna (BA)
Redução de 55% de assassinato de jovens teve a contribuição de projetos e programas sociais, culturais e esportivos desenvolvidos pela prefeitura

 

Itabuna (BA) – Levantamento da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (FLACSO), por meio do Relatório Violência Letal Contra Crianças e Adolescentes do Brasil, aponta que o número de assassinatos de pessoas com até 19 anos de idade em Itabuna caiu de 78 para 35, uma redução de 55,13%, de 2012 para 2013. A apuração indica que Itabuna foi um dos municípios baianos com maior redução de assassinatos de crianças e adolescentes.

O prefeito de Itabuna, Claudevane Leite (PRB-BA) comemorou a redução na quantidade de mortes violentas de menores no município e destacou a contribuição de projetos e programas sociais, culturais e esportivos como o Viv-À-rte, Casa das Artes, Bom de Bola, Melhor na Escola e Taça Cidade Itabuna de Futsal, desenvolvidos desde 2013 por meio da Secretaria de Esportes e Recreação e da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) e Fundação Marimbeta.

Segundo ele, somente com os projetos Viv-À-rte e Casa das Artes são beneficiados mais de 10 mil crianças, adolescentes e jovens, que têm acesso a oficinas gratuitas de teatro, dança clássica, violão, dentre outras atividades. “Essas crianças e adolescentes são atendidas no turno oposto ao das aulas normais. Com isso, esses jovens são mais difíceis de serem cooptados pelos criminosos. Os dados da FLACSO mostram que escolhemos o caminho correto para ajudar a reduzir a violência no município”, afirmou Claudevane.

No período de cinco anos, a menor quantidade de assassinatos de pessoas com até 19 anos, em Itabuna, ocorreu no ano de 2013. O estudo mostra que no período de 2009 a 2012 foram registrados 221 homicídios. O prefeito observa que o próximo estudo deverá indicar que houve redução ainda maior de assassinatos de crianças e adolescentes nos últimos anos.

O estudo da FLACSO foi encomendado pelo Conselho Nacional dos Direitos da Criança e Adolescente e Secretaria de Direitos Humanos, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em 2015. O levantamento tem como fonte o Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde (MS). O estudo indica que 29 crianças e adolescentes foram assassinados por dia no Brasil no ano de 2013.

Texto: Agência PRB Nacional, com informações do Agora Online e Ascom – Prefeitura de Itabuna
Foto: Ascom – Prefeitura de Itabuna

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro