Carlos Gomes quer explicações do MEC sobre a falta de intérpretes de Libras nos IFS

MEC editou portaria autorizando a contratação, em caráter emergencial e por tempo determinado, de 150 profissionais. Mas a demanda nacional é de 820 intérpretes

Publicado em 03/08/2017 - 00:00

MEC editou portaria autorizando a contratação, em caráter emergencial e por tempo determinado, de 150 profissionais. Mas a demanda nacional é de 820 intérpretes

Brasília (DF) – O deputado federal Carlos Gomes (PRB-RS) convidará nos próximos dias o ministro da Educação, Mendonça Filho, a prestar esclarecimentos na Comissão de Pessoas com Deficiência da Câmara dos Deputados, da qual é membro titular, sobre a falta de intérpretes de Língua Brasileira de Sinais (Libras) nas unidades do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFS) em pelo menos 20 estados.

“No último dia 14 de julho, o ministério editou portaria autorizando a contratação, em caráter emergencial e por tempo determinado, de 150 profissionais. Mas a demanda nacional é de 820 intérpretes. Somente no campus Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, o deficit é de 13 técnicos da área e a medida do governo federal permitirá a admissão de apenas quatro especialistas. Em razão disso, os alunos surdos da instituição ficaram todo o primeiro semestre sem aula”, argumenta.

Texto: Jorge Fuentes / Ascom – deputado federal Carlos Gomes
Foto: Douglas Gomes


Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: [email protected]. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro
Send this to a friend