Carlos Alberto participa de ação do Poder Judiciário na terra indígena Waimiri Atroari

Ação garantiu aos índios serviços como expedição de RG, conversão de Rani para registro cível, retificações de documentos, Certidão de Nascimento e outros

Publicado em 28/02/2018 - 00:00

Carlos Alberto participa de ação do Poder Judiciário na terra indígena Waimiri Atroari
Ação garantiu aos índios serviços como expedição de RG, conversão de Rani para registro cível, retificações de documentos, Certidão de Nascimento e outros

Manaus (AM) – O deputado estadual Carlos Alberto (PRB) participou, na segunda-feira (26), de uma ação desenvolvida pelos projetos “Justiça Itinerante” do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) e Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR) no Núcleo de Apoio Waimiri Atroari (Nawa), localizado no quilômetro 258 da BR-174 (Manaus-Boa Vista), na reserva indígena.

“O objetivo desse trabalho é unir forças em prol da população indígena Waimiri Atroari. Isso é uma bela ação desenvolvida pelos juízes Alexandre Novaes (TJAM) e Erick Linhares (TJRR), ambos dos projetos Justiça Itinerante”, destacou o parlamentar.

Carlos Alberto participa de ação do Poder Judiciário na terra indígena Waimiri AtroariAo longo dessa semana, a ação conjunta do Poder Judiciário levará aos índios desta etnia acesso a serviços como expedição de Registro Geral (RG), conversão de Rani (Registro Administrativo de Nascimento Indígena) para registro cível, retificações de documentos, Certidão de Nascimento e outros. Segundo o líder da comunidade Mário Paroé Atroari, os indígenas requisitaram esses documentos para facilitar o acesso pelas estradas, receber serviços emergências de saúde em centro urbano e dentre outros benefícios.

“Estou muito satisfeito pelo que estão fazendo por nós. Agradeço ao Programa Waimiri Atroari, a Justiça, a Funai e dentre outros órgãos. Com isso vamos poder andar sem problemas nos hospitais e ao nos pararem na estrada também teremos documentações”, disse Mário Atroari.

O juiz Erick Linhares, da Justiça Itinerante do TJRR, explica que trabalha com a cidadania indígena há muito tempo e durante uma conversa com o juiz Alexandre Novaes resolveu desenvolver a ação na terra Waimiri Atroari. “É um momento muito importante para os dois Estados. Esperamos fazer o melhor por esse povo e vamos dar o melhor de nós”, afirma Linhares.

Conforme o juiz Alexandre Novas, do Justiça Itinerante do TJAM, esse trabalho entre os dois estados é uma janela que está sendo aberta. “Agradeço ao deputado Carlos Alberto, a Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e ao juiz Erick Linhares, que desenvolve há muito tempo esse projeto. Estamos aqui para servir”, frisou Novaes.

Texto e foto: Ascom – deputado estadual Carlos Alberto

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: [email protected]. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro
Send this to a friend