Bahia adere ao programa “Crack, é Possível Vencer”

O termo de adesão ao programa “Crack, é Possível Vencer” foi assinado por 26 estados da federação e 118 municípios

Publicado em 08/08/2013 - 00:00

Bahia adere ao programa "Crack, é Possível Vencer"
Prefeito de Itabuna, Claudevane Leite (c) e o deputado federal Márcio Marinho (d) estiveram na cerimônia

 

Brasília (DF) – Salvador, Camaçari, Itabuna, Juazeiro, Vitória da Conquista e Feira de Santana são os municípios baianos que assinaram o termo de adesão nesta terça-feira (6) no Ministério da Justiça, em Brasília, ao lado do governador Jaques Wagner. O termo de adesão ao programa ‘Crack, é Possível Vencer’ foi assinado por 26 estados da federação e 118 municípios.

O prefeito de Itabuna, Claudevane Leite (PRB-BA), esteve presente na cerimônia e afirmou que o pacto entre estados, municípios e o governo federal é fundamental para enfrentar o problema. “O município de Itabuna é um dos mais violentos da Bahia. Fizemos o cadastramento e hoje tivemos a felicidade de assinar o termo de adesão. Essa luta que a cidade precisa travar contra o crack ganha força com esse apoio do Poder Executivo. O objetivo do plano integrado é diminuir os índices de violência por meio de consultórios nas ruas, tratamentos e, sobretudo, prevenção”, explicou.

Também presente, o deputado federal Márcio Marinho (PRB-BA) destacou que entre os municípios baianos escolhidos, Camaçari e Itabuna estão sob a coordenação de secretários indicados pelo PRB. “Estamos juntos nessa luta contra essa droga que está destruindo várias famílias no Brasil e no mundo”, afirmou.

Texto: Mônica Donato / Ascom – Liderança do PRB
Foto: Douglas Gomes

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro